Site reúne vídeos com expressões faciais durante orgasmo

14 fev 2014
15h48
atualizado às 16h59
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Já parou para pensar em como fica o seu rosto durante o orgasmo? O site holandês Beautiful Agony apresenta vídeos de expressões faciais no ápice sexual, “sem pistas visuais sobre o que está acontecendo abaixo da cintura”. A ideia é fugir das cenas ensaiadas de vídeos pornográficos. Os dados são do jornal Daily Mail.

Com mais de 3 mil vídeos disponíveis (é preciso pagar para assistir), e a maioria de mulheres, o projeto surgiu em 2003 entre amigos, incluindo Richard Lawrence e Lauren Olney, que enviaram seu próprios vídeos para o site. A popularidade cresceu e, com isso, abriu espaço para as pessoas mandarem suas gravações em troca de US$ 200 (cerca de R$ 485), além do bônus quando alguém assiste ao vídeo. “Eu (Lauren) e o co-criador do site, Richard, estávamos falando sobre como é pouco inspiradora a pornografia, com todas essas cenas de sexo atuadas, em que tudo é falsificado. Em vez de reclamar, decidimos fazer algo sobre isso.”

Emily, estudante universitária de 21 anos, é uma das participantes do projeto. “No começo, estava um pouco nervosa para que não parecesse bastante óbvio. Não costumo fazer barulho ou, você sabe, movimentar-me muito no orgasmo, mas, para isso, tinha certeza que ia precisar colocar um pouco de show", contou. “Não há nudez, mas é tão sexy e estava tão excitada por isso”, completou.

Kate, designer de moda de 25 anos, enviou o seu vídeo e acha que as pessoas não fazem isso por dinheiro porque considera a quantia baixa. “Acho que as meninas querem fazer o vídeo porque querem compartilhar uma experiência sexual", disse. Já a estudante Lizbeth, de 21 anos, achou difícil relaxar em frente à câmera, mas conseguiu gravar o vídeo. “Meu orgasmo está possivelmente causando montes de orgasmos para montes de pessoas e isso é incrível!”, comentou.

Veja também:

Romeu e Julieta na travessa
Fonte: Ponto a Ponto Ideias Ponto a Ponto Ideias
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade