Site lista 8 indícios de que você está amando demais

Existem mulheres que acreditam que amar significa se doar, submeter e aceitar. Por vezes, o sentimento pelo parceiro passa por cima do amor próprio. O problema de agir assim, além de não ser saudável, é a dependência que a mulher cria em relação ao homem. Mas, como saber o limite entre o ideal e o amor excessivo? O site

Fazer tudo o que o homem quer pode ser sinal de amor em excesso
Fazer tudo o que o homem quer pode ser sinal de amor em excesso
Foto: Getty Images

Madame Noire

fez uma lista de oito indícios de que a mulher está amando demais o parceiro; veja a seguir.

Você faz demais por ele
Se o parceiro reclama de alguma coisa, lá está você a arrumar o travesseiro dele ou ajeitar as coisas para deixá-lo satisfeito. Você passa horas fazendo a comida favorita dele, cuida e assume papel de mãe em relação ao parceiro. Se estas características fazem parte dos seus atos no relacionamento, sem dúvida, você está amando além da conta e vai passar de namorada à empregada do parceiro.

Coloca o parceiro em um pedestal
Durante séculos, as mulheres foram ensinadas a acreditar que o homem é superior a elas. Essa crença, por vezes, continua a fazer parte das mulheres contemporâneas. No entanto, colocá-lo no pedestal encherá o ego do parceiro e fará com que ele sinta os seus desejos mais importantes do que os da mulher e demias pessoas.

Sacrifício do próprio círculo social
Uma das piores coisas que a mulher pode fazer é começar a rejeitar os convites dos amigos por medo do que o parceiro possa pensar. Se ela acha que ele sentirá sua falta, sugira que o parceiro participe também do programa sugerido. Se você apenas liga para os amigos quando não está com ele ou desliga o telefone quando o parceiro aparece, provavelmente, perderá várias amizades. Diante de problemas na relação, são os amigos que podem dar apoio e conselhos, portanto, quando a mulher se priva deste direito, constrói um relacionamento pouco saudável.

Você se concentra nos objetivos dele
Uma coisa é torcer pela felicidade do outro, mas abandonar os próprios objetivos em função dos desejos do parceiro não está correto. Colocar os sonhos em segundo plano pode torná-los mais inalcançáveis. Além disso, em certo momento do relacionamento, a mulher pode se sentir infeliz e culpar o homem por tê-la feito desistir do que queria.

Tentar agradá-lo o tempo inteiro
Se você está constantemente tentando agradar o parceiro e atende cada desejo, ele acabará por perder o respeito e exigir sempre mais para ficar satisfeito. É comum algumas mulheres concordarem com o homem, mesmo sabendo que ele está errado, só para deixá-lo contente. Se você sempre assume a culpa e arrependimento em uma briga, mesmo sem concordar, acabará perdendo o respeito próprio. Ao contrário do que possa parecer, concordar com tudo não é prova de amor.

Fazer sexo contra a vontade
Pensar que um homem ama uma mulher quando tenta fazer sexo mesmo contra a vontade dela é um erro. A mulher, provavelmente, se sentirá usada e abusada, se depois de inúmeras vezes dizer ¿não¿ se submeter ao sexo. As relações sexuais devem ser uma expressão de amor, não um dever. O motivo de os homens desejarem mais sexo do que as mulheres não justifica o desrespeito. Ele tem tudo, você nada
Quando a mulher constantemente empresta dinheiro para o homem comprar alguma coisa ou o presenteia demais e acaba ficando com nada, existe algo errado. É importante que o casal conquiste coisas juntos e que os dois fiquem satisfeitos. Se o ato de presentear é constante, precisa ser recíproco.

Não impor limites
Algumas mulheres deixam os homens fazerem coisas que elas não concordam, como por exemplo, convidar um amigo para passar alguns dias no sofá da sala da casa do casal. Ceder um pouco faz parte do relacionamento, mas agir sempre com o coração mole diante de qualquer pedido do parceiro só trará ressentimentos no futuro. Estabelecer limites é necessário.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade