0

Veja como combater o excesso de gordura no fígado

28 mar 2019
06h38
  • separator
  • comentários

Silenciosa, mas muito perigosa, a gordura no fígado é um problema recorrente para quem pratica uma alimentação sem muitas regras. Também chamada de esteatose hepática, ocorre quando as células do fígado começam a ser infiltradas por células de gordura (triglicérides). É normal ter um pouco de gordura neste órgão. Entretanto, quando mais de 5 a 10% dele é composto de gordura, o quadro deve ser tratado.

Com o tempo, a presença de gordura no fígado pode causar um processo de inflamação no corpo chamado de esteato-hepatite, que se não for identificado e tratado pode evoluir para cirrose. Por sorte, o quadro é reversível com as mudanças de estilo de vida.

Diagnóstico

Como o ideal é o diagnóstico precoce da esteatose hepática, pessoas com fatores de risco (principalmente excesso de peso) devem fazer consultas médicas periódicas para avaliar a necessidade de monitorar a quantidade de gordura no fígado.

Tratamento

Geralmente, a medida mais eficaz para controlar esteatose hepática é emagrecer, sendo que reduzir 7% do peso corporal já pode trazer bons resultados. Para isso, deve-se ter uma dieta hipocalórica, evitar frituras, gorduras e doces e aumentar a ingestão de frutas, legumes, verduras e carnes magras.

Alimentos

Os nutrientes colina e betaína parecem ajudar o fígado a exportar os triglicérides para a corrente sanguínea, evitando assim o acúmulo dos dessas células no fígado, que é o início da esteatose. As fontes alimentares de colina e betaína são: quinoa, beterraba, espinafre, farelo e gérmen de trigo, ovo e soja.

Além disso, é recomendável investir em cereais, desde que integrais; legumes e verduras (especialmente as folhosas); além de leguminosas (feijões, ervilhas, grão de bico, lentilhas). Outras dicas são priorizar a gordura vegetal e não exagerar nas quantidades desse nutriente e eliminar o álcool. Por fim, faça atividade física com frequência.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade