1 evento ao vivo

Tudo o que você precisa saber sobre azeite para a sua saúde

7 ago 2019
07h43
  • separator
  • 0
  • comentários

Você, certamente, já viu um frasco de azeite de oliva em algum restaurante. Tipo de óleo extraído da azeitona, é chamado de ?ouro líquido? pelos mediterrâneos. Trata-se de um excelente aliado para combater doenças cardiovasculares, prevenir câncer e diabetes, fortalecer os ossos, melhorar o funcionamento do cérebro e emagrecer.

A dieta mediterrânea, cuja base é o azeite de oliva extravirgem, castanhas, peixes e vegetais, é capaz de reduzir em 30% o risco de doenças cardiovasculares. O azeite de oliva não só ajuda a diminuir o mau colesterol (LDL) como aumenta o bom colesterol (HDL). Isso ocorre graças a presença de antioxidantes e gordura monoinsaturada ômega-9 do azeite.

Tipos de azeite de oliva

O alimento só pode ser considerado azeite de oliva se for obtido exclusivamente a partir da azeitona, sem misturas de outros óleos. Há três versões de azeite de oliva virgem próprias para o consumo. São elas:

Azeite extravirgem: Um óleo saboroso com acidez, demonstrada em ácido oleico, não superior a 1%. Ele é a melhor opção ao organismo, pois possui mais fotoquímicos com propriedades antioxidantes.

Azeite virgem: Possui sabor e aroma marcantes e tem acidez, demonstrada em ácido oleico e não superior a 2%.

Azeite virgem corrente: Tem gosto agradável e apresenta maior acidez, demonstrada em ácido oleico não superior a 3,3%

Benefícios do azeite de oliva

Contribui para o controle do colesterol e favorece a saúde cardiovascular; auxilia na absorção de vitaminas lipossolúveis da dieta (vitaminas A, D, E, K); é fonte de antioxidantes, pode prevenir doenças degenerativas e câncer; tem ação anti-inflamatória; se estabelece como fonte de gordura mono e polinsaturadas, benéficas para a saúde e de vitamina E.

O que significa a acidez do azeite

O conteúdo de acidez depende de vários fatores, como por exemplo, as pragas que estiveram em contato com a oliveira, o clima, a manipulação das azeitonas, o processo de produção e armazenamento do azeite. Qualquer dano sofrido pela azeitona durante a colheita, transporte e estocagem, causa alterações e aumento da acidez.

Azeite de oliva emagrece

Além de emagrecer, pode ser consumido em dietas para perda de peso. Esse efeito ocorre devido ao seu poder de aumentar a sensação de saciedade, já que demora mais tempo para ser digerido. Além disso, a ação anti-inflamatória do azeite pode auxiliar no tratamento da obesidade, uma doença pró-inflamatória

O melhor azeite de oliva

Os azeites de oliva extravirgem são considerados os melhores para consumo devido à baixa acidez. No momento da compra, deve-se preferir aqueles com embalagem de vidro e escuros, pois a incidência de luz pode oxidar o óleo. Em casa, também devem ser armazenados em local escuro, longe do calor.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade