PUBLICIDADE
Logo do

Saúde

Check up odontológico: comece 2022 com a saúde bucal em dia

Os exames preventivos de rotina podem detectar problemas em estágios iniciais diversos

30 dez 2021 09h35
Publicidade
Foto: Pexels

A chegada de um novo ano é sempre uma boa hora para tirar resoluções do papel, principalmente relacionadas à nossa saúde. Não à toa, é neste momento em que as academias ficam mais cheias e muitas promessas de mudanças são realizadas. 

E é aí que entra a saúde bucal. Depois de um ano de muito estresse, preocupações (alô, bruxismo!) e momentos de negligência com a higiene da boca, chegou a hora de se programar e dar atenção aos nossos queridos dentes, gengivas e língua.

O check-up do coração e do carro já é uma rotina na vida das pessoas. Mas poucos sabem que este procedimento também é de grande importância para a saúde bucal e o bem-estar. Os exames preventivos de rotina podem detectar problemas em estágios iniciais diversos, como cáries e doenças que podem evoluir para o coração, antes mesmo deles se manifestarem. Com esta medida, o paciente consegue se livrar de dores, extração desnecessária de dentes e doenças decorrentes de bactérias.

O check-up permite que a boca seja olhada em sua esfera macro, com análise minuciosa da arcada dentária, gengivas, língua, céu da boca e bochechas. Fazer um check-up evita 98% das dores e, também, que se tornem problemas graves, como tratamentos complexos. A adoção de uma odontologia preventiva pode ser dez vezes mais econômica, por detectar o problema antes de entrar em fase de desenvolvimento.

A recomendação é que o check-up da saúde bucal será feito uma vez ao ano, através de uma série de imagens da cavidade bucal, com câmeras intraorais de alta definição, que permitem analisar detalhadamente a boca: dentes, cor, textura, papila incisiva, saliências palatinas, entre outros. 

Além da cárie, é importante que o dentista olhe cada item que compõe a boca para que um problema não passe despercebido. As gengivas também devem estar saudáveis, ou seja, sem inflamações agudas ou crônicas e sem tártaro, a mucosa bucal e a língua não podem estar com lesões e a saliva deve estar com seu fluxo normal. 

Fonte: FF Este conteúdo é de propriedade intelectual do Terra e fica proibido o uso sem prévia autorização. Todos os direitos reservados.
Publicidade