Você sabe o que é a retração gengival?

Problema atinge até mesmo pessoas com hábitos saudáveis e causa muita dor e sensibilidade

10 mai 2017
08h00

Queixa comum até mesmo entre pessoas com bons hábitos de higiene bucal, a recessão ou retração gengival é o nome dado ao deslocamento da margem da gengiva, que acaba expondo a raiz do dente. Como consequência dessa exposição, há um grande incômodo, dor e sensibilidade ao ingerir bebidas geladas ou ter contato com jatos de ar.

É importante considerar que existem dois tipos de gengiva na nossa boca. A gengiva inserida é aquele tecido rosa, mais espesso, responsável por cobrir a raiz dos dentes, estando firmemente aderida ao tecido ósseo. Já a mucosa, ou gengiva não inserida, é formada por um tecido fino, macio e móvel. É ela que forma a parte interna dos lábios e das bochechas.

Foto: Ocskay Bence / Shutterstock.com

O tecido gengival, portanto, está relacionado à gengiva inserida, que funciona como uma espécie de proteção à raiz do dente. O mau posicionamento dentário é uma das principais causas da recessão. Ao crescerem na posição errada, esses dentes desalinhados podem forçar a gengiva até deslocá-la. A hereditariedade é outro fator que pode causar o problema. Algumas pessoas podem simplesmente ter nascido com o tecido gengival mais frágil, fino ou até insuficiente.

Pessoas com hábitos regulares de higiene bucal também devem ficar atentas. A escovação com força excessiva ou movimentos inadequados, além de traumas nos tecidos gengivais e a doença periodontal são outras causas frequentes.

Ao notar os sintomas comuns à retração, é recomendável consultar um dentista para investigar. Quando ignorada, ela pode aumentar de tamanho, até causar a perda óssea ao redor do dente afetado. Por isso, não perca tempo!

Tratamento
Os métodos de tratamento variam de acordo com o tipo e a gravidade da retração. Quando causada pela escovação excessiva ou com força excessiva, o dentista ensinará a forma adequada de promover a higienização bucal.

Indicada em alguns casos, a cirurgia de enxerto de tecidos moles (chamada de enxerto gengival) ajuda a estimular o desenvolvimento da gengiva inserida. Esse procedimento evita a progressão da retração gengival e auxilia na regeneração e restabelecimento da cobertura da raiz.

Quando causada pela doença periodontal, o primeiro passo para tratar a retração é realizar uma limpeza especial, chamada de raspagem e alisamento radicular. Em geral, esse tratamento, associado a uma excelente higiene bucal, pode estabilizar o problema periodontal e prevenir futuras perdas gengivais

FF

compartilhe

publicidade
publicidade