Suplementos podem causar halitose

Na busca pelo corpo sarado você pode acabar com mau hálito

24 mar 2017
16h00

A geração fitness procura cada vez mais por formas de potencializar seus treinos. Por isso, muitas pessoas acabam aliando sua série de exercícios à dietas e utilização de suplementos alimentares.

Essa suplementação é, em geral, feita através de comprimidos ou vitaminas ricas em proteína. Feito corretamente, o processo ajuda a conquistas músculos e perder alguns quilos. Porém, pode ocasionar problemas desagradáveis como o tão temido “bafo”.

O que acontece é que as bactérias presentes na boca se alimentam, principalmente, de proteína. Então, ao ingeri-la em excesso, as bactérias liberam uma espécie de gás (CSV) na boca que são os mesmos do mau hálito.

Além disso, quanto mais são alimentadas mais as bactérias se proliferam. Com um número maior delas, mais gás é emitido e mais desagradável fica o hálito.

A saburra lingual – placa esbranquiçada que se forma no fundo da língua causando halitose – é produzida pelo encontra do CSV com restos de comida.
A saburra lingual – placa esbranquiçada que se forma no fundo da língua causando halitose – é produzida pelo encontra do CSV com restos de comida.
Foto: Syda Productions / Shutterstock

Isso não significa que você precisa abandonar sua suplementação alimentar. Para evitar o hálito desagradável, basta manter-se hidratado (ao menos dois litros de água por dia) e manter a higienização diária dos dentes, língua e boca. O raspador lingual pode ser uma ótima aquisição.

FF Terra

compartilhe

publicidade
publicidade