A menopausa e a saúde bucal

A menopausa ocasiona diversas alterações no organismo, o que poucas pessoas sabem é que isso inclui a boca.

21 fev 2017
08h00
atualizado em 19/7/2017 às 18h27

A menopausa é uma fase normal do envelhecimento feminino (entre 45 e 55 anos). As variações hormonais desse período são responsáveis por inúmeros sintomas e podem contribuir com muitos outros desequilíbrios do corpo. Além dos efeitos já conhecidos – ondas de calor e secura vaginal – a menopausa também pode causar mudanças bucais.

O fim da fertilidade feminina é caracterizado pelo encerramento dos ciclos menstrual e de ovulação.
O fim da fertilidade feminina é caracterizado pelo encerramento dos ciclos menstrual e de ovulação.
Foto: Robert Kneschke / Shutterstock.com

Os sintomas mais comuns relacionados à saúde oral são:

- Inflamação da gengiva/Gengiva avermelhada

- Boca seca

- Mau hálito

- Sensação de ardência em toda a boca

Alguns pesquisadores alegam que a oscilação hormonal que ocorre durante a menopausa tem ligação com a perda óssea da região do maxilar, que pode levar à diminuição da densidade da arcada dentária e à perda total dos dentes.

Além de higienizar os dentes corretamente, é necessário o acompanhamento preventivo com uma equipe odontológica. Obviamente, o ginecologista também tem um papel importante nessa fase. Alguns casos necessitam de reposição hormonal e cuidados específicos para que a situação seja amenizada.

Em relação à saúde bucal, toda alteração deve ser relatada ao dentista para que, juntos, paciente e profissional possam encontrar a melhor forma de driblar esse incômodo extra da saúde feminina.

Fonte: FF Este conteúdo é de propriedade intelectual do Terra e fica proibido o uso sem prévia autorização. Todos os direitos reservados.

compartilhe

publicidade
publicidade