0

Pegan combina princípios das dietas paleolítica e vegana

8 mar 2019
06h59
  • separator
  • comentários

Você conhece a dieta pegan? Seria, de forma resumida, o melhor dos dois mundos. Afinal, como o próprio nome já indica, trata-se de uma dieta que combina os princípios das filosofias paleolítica e vegana.

Também conhecida como dieta paleo, a primeira tem como modelo os hábitos alimentares dos homens pré-históricos, privilegiando o consumo de vegetais, frutas, carnes, peixes e nozes em detrimento dos ingredientes processados. A alimentação vegana, ao contrário, não admite produtos de origem animal, sendo composta por grãos, frutas, legumes e sementes.

Combinação

Apesar de opostas, elas podem caminhar juntas. O segredo está no meio termo. Apoiando-se nos princípios comuns dessas duas vertentes, a dieta dispensa algumas restrições que a inviabilizariam, sendo, portanto, menos radical e mais fácil de ser seguida.

A maior semelhança entre as alimentações paleo e vegana e que se repete também na pegan é o fato de se apoiarem no consumo de alimentos naturais, excluindo produtos industrializados, açúcares refinados e conservantes.

Vantagens

E quais são os benefícios dessa dieta? Além do baixo índice glicêmico devido à carência de carboidratos, a alimentação pegan também é baseada na ingestão de gorduras de boa qualidade - presentes, por exemplo, em peixes, no abacate, no coco, em oleaginosas e sementes de chia, gergelim e abóbora - tornando a dieta baseada, principalmente, em vegetais, mais nutritiva.

Alerta

Vale lembrar que exclusão total de um grupo de alimentos não é saudável do ponto de vista social. Afinal, como fazer quando for a um restaurante ou comer na casa de alguém? É recomendado seguir as instruções gerais, mas sem exageros.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade