4 eventos ao vivo

Pedra na vesícula: conheça os alimentos que podem evitar o problema

21 jan 2019
12h32
  • separator
  • 0
  • comentários

Quando ela aparece, o incômodo é absurdo. Dor fortíssima do lado direito do abdômen. Eis a culpada: pedra na vesícula. Ela exige total atenção e, se não houver cuidados rápidos, pode levar a uma obstrução intestinal.

Mas por que ela surge? As alterações da bile ou do funcionamento da vesícula advêm de vários fatores. Obesidade, perda repentina de peso, desequilíbrio hormonal, passando pelo uso de determinados medicamentos. Tudo pode contribuir. Mas a alimentação, sempre ela, é capaz de prevenir o surgimento das pedras vesiculares.

A pimenta vermelha, por exemplo, é anti-inflamatória e termogênica. Ela ajuda a reduzir o colesterol e, com isso, torna-se benéfica para o funcionamento da vesícula. Já as leguminosas, caso do feijão, grão de bico e ervilha, são fontes de fibras, o que é bom para o fluxo intestinal, algo que ajuda na redução do colesterol e a digestão de gorduras. Assim, a produção de cálculos também acaba não ocorrendo.

Vitamina C

Enquanto isso, as frutas cítricas, como limão e laranja, são ricas em vitamina C. Isso ajuda a manter o equilíbrio entre o colesterol e os ácidos biliares na vesícula, o que impede a formação de pedras. Acerola e kiwi, mesmo não sendo cítricas, também dispõem da vitamina e ajudam na prevenção contra a pedra na vesícula.

Carne

As carnes magras, fontes riquíssimas de proteínas, também despontam como preventivas aos cálculos vesiculares, o que ressalta sua importância numa dieta saudável e equilibrada. A preferência é por frango sem pele, coxão duto e patinho sem gordura aparente.

Café

Por fim, a cafeína. Seja no café, chá preto ou chimarrão, ela impede o aumento da concentração de colesterol na vesícula. Dessa forma, é impedida a formação dos cristais que originam as pedras vesiculares.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade