PUBLICIDADE

Para não ficar doente: 5 temperos deliciosos que aumentam a imunidade

Nutróloga revela os segredos e as funcionalidades de especiarias comuns do dia a dia. Saiba o que utilizar para não ficar doente

7 mai 2022 12h01
ver comentários
Publicidade
Saiba o que fazer para não ficar doente
Saiba o que fazer para não ficar doente
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

Para não ficar doente existem várias maneiras e, talvez, a que consiga cobrir o maior número de problemas de saúde seja o estilo de vida saudável. Afinal, com uma boa alimentação, hidratação correta, prática de atividades físicas regulares e um descanso adequado, é possível evitar o aparecimento de infecções, inflamações e até mesmo doenças crônicas, como diabetes, câncer e obesidade.

Além disso, vale lembrar que a pandemia de Covid-19 ainda não acabou e, portanto, a variante Ômicron do coronavírus segue por aí. Sem falar de gripes e resfriados sazonais que aparecem com a queda de temperatura. E, para não ficar doente, além de seguir as normas de segurança, como tomar todas as doses da vacina, evitar aglomerações, utilizar máscaras e manter a higienização em dia, também é aconselhável investir na imunidade.

Por isso, a médica nutróloga Dra. Marcella Garcez, diretora e professora da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN), separou alguns temperos simples que, além de agregar sabor aos pratos, ainda podem elevar as defesas do corpo quando adicionados na comida. Uma ótima saída para não ficar doente.

"Sabemos que o consumo em excesso de alimentos ricos em açúcar, sal e gordura pode levar ao ganho de peso e aumento da pressão arterial, açúcar no sangue e colesterol LDL (o ruim). Mas, quando reduzimos a manteiga, o açúcar e o excesso de sal, temperando os alimentos com ervas e especiarias, adicionamos sabor às preparações e benefícios ao organismo", explica a médica.

Para não ficar doente, confira cinco temperos que podem aumentar a imunidade do organismo:

1 - Alho

"O alho contém substâncias que ajudam no combate de infecções por bactérias, vírus e fungos. Além disso, tem funcionalidades imunoestimulantes, antioxidantes e anti-inflamatórias, portanto, deve estar inserido no preparo dos alimentos. Ele também melhora a memória, por ser rico em manganês", conta a nutróloga.

2 - Menta

Alguns pratos salgados, bebidas, saladas, marinadas e frutas combinam com a menta. Além de proporcionar um frescor único aos alimentos, ela também conta com propriedades que ajudam a fortalecer a imunidade e proteger o corpo contra infecções e inflamações.

3 - Pimenta (preta, branca ou vermelha)

"A capsaicina ou a piperina [substâncias encontradas nas pimentas] estimulam os receptores sensíveis existentes na língua e na boca. Ao serem atingidos, esses receptores nervosos transmitem ao cérebro uma informação que gera uma resposta responsável por reações de estímulos do metabolismo e de neurotransmissores. Como as endorfinas, que permanecem por um bom tempo no organismo, provocando sensação de bem-estar e ainda o aumento do fluxo sanguíneo - que propicia um substancial aumento do fluxo de nutrientes e de oxigênio. Fator que estimula as ramificações nervosas, com melhora da capacidade dos sistemas imunológico e anti-inflamatório", conta a Dra. Garcez.

4 - Tomilho

A perfumada especiaria vai muito bem com sopas, pratos de tomate, saladas e vegetais. Fora isso, o tomilho é uma erva capaz de proporcionar diversos benefícios terapêuticos, como a redução da pressão arterial, melhora da imunidade e do humor.

5 - Cúrcuma

"Ela é fonte de carotenoides que oferecem fotoproteção à pele. Além disso, melhora a digestão, ajudar na perda de peso, tem propriedades antineoplásicas e anti-inflamatórias, combate resfriados e gripes, regula a flora intestinal, estimula o sistema imune e regula o colesterol", finaliza a Dra. Garcez.

Saúde em Dia
Publicidade
Publicidade