PUBLICIDADE

Meia-idade: conheça comidas aliadas para prevenir doenças

Os superalimentos fáceis de incorporar ao cardápio do dia-a-dia são cheios de benefícios para quem está chegando à meia-idade

7 jun 2014 15h19
| atualizado às 15h23
ver comentários
Publicidade
<p>O nível alto de cálcio e a vitamina D encontrados no leite de amêndoas fazem dele um aliado essencial contra doenças ósseas</p>
O nível alto de cálcio e a vitamina D encontrados no leite de amêndoas fazem dele um aliado essencial contra doenças ósseas
Foto: Shutterstock

Vários alimentos já passaram pelo hype e ganharam o rótulo de "supercomidas", mas geralmente é mais fácil aprender a pronunciar os nomes esquisitos do que de fato incorporá-los à dieta do dia-a-dia.

Porém, na meia-idade as necessidades nutricionais são bem específicas e as preocupações com a saúde aumentam. Alguns problemas podem ser combatidos facilmente, incorporando aliados comestíveis à rotina.

O Huffington Post listou alguns alimentos que ajudam a batalhar contra o envelhecimento precoce (e, de quebra, são deliciosos).

Leite de amêndoas
Um risco comum associado à chegada da idade é osteoporose. Uma a cada duas mulheres e um em cada quatro homens sofrerão uma fratura relacionada a doenças ósseas, segundo o National Institute of Health do Reino Unido. Há três maneiras conhecidas para manter seus ossos fortes: exercícios, bastante vitamina D e muito cálcio.

A boa notícia é que, se você é intolerante a lactose ou só gosta de leite nos cereais, o leite de amêndoa é uma ótima opção. Uma porção da maioria dos leites de amêndoa sem açúcar tem menos calorias e é abundante em cálcio. Além disso, também fornecem uma boa dose de vitamina D.

Além de ser delicioso em smoothies e shakes, tente usá-lo nas receitas que pedem leite - ele fica ótimo no pudim de pão.

Peixe
Se você não está semicerrando os olhos para ler este texto, pode se considerar um sortudo. O risco de catarata e degeneração macular aumenta com o passar dos anos, então fique de olho na dieta para evitar os problemas.

Peixes, particularmente o salmão, são ricos em Omega-3, que são conhecidos como amigos da saúde do coração, diminuindo o colesterol e também cuidando da artrite. Mas você talvez não saiba que o salmão também é uma supercomida quando se trata da sua visão. Ele é cheio de niacina, que pode cortar o risco de desenvolver catarata. Um estudo mostrou uma redução significativa no risco de degeneração com apenas uma porção de peixe por semana.

<p>Afrodisíaca: melancia tem mesmos efeitos do viagra e ajuda a manter a libido funcionando </p>
Afrodisíaca: melancia tem mesmos efeitos do viagra e ajuda a manter a libido funcionando
Foto: Shutterstock

Melancia
Em algum momento, quase todo mundo vai perceber uma diminuição na libido conforme envelhece. E embora morangos com champanhe e uma porção de ostras sejam muito mais usados na hora de esquentar o clima no quarto, quem realmente ajuda não é tão sensual assim.
Pesquisadores da universidade Texas A&M, nos Estados Unidos, descobriram que vários nutrientes encontrados na melancia, inclusive a citrulina, que o corpo converte em arginina, são bons para sua libido.

A arginina impulsiona o óxido nítrico, que relaxa os vasos sanguíneos, o mesmo efeito básico do Viagra, para tratar disfunção erétil e talvez até previni-la. Além disso, tem pouquinhas calorias.

Banana
O risco de pressão alta também cresce com a chegada da idade - mas, ao contrário do senso comum, dá para fazer mais a respeito disso do que simplesmente tomar cuidado com o sal. Por exemplo, aumentar o consumo de potássio, mineral que ajuda o corpo a regular o sódio. Estudos mostram que comer alimentos ricos nele podem surtir os mesmos efeitos que tomar suplementos, então inclua uma banana no lanche da tarde.

Ameixa seca
Sim, é uma comida quase esteriotípica de pessoas mais velhas. E tem razão de ser. Com o envelhecimento, fica mais difícil emagrecer, mesmo se alimentando muito bem e fazendo exercícios regularmente: os pneuzinhos são teimosos!

É aí que a ameixa seca funciona como aliada, porque um pouquinho de fibra pode fazer um grande efeito. E faz. Um estudo britânico descobriu que a fruta pode ajudar com a perda de peso e deixa uma sensação de saciedade por mais tempo. Quem comia cerca de 100 gramas de ameixas secas diariamente emagreceu e perdeu mais centímetros na região da cintura do que aqueles que simplesmente escolheram lanches saudáveis. Além disso, com 7 gramas de fibras nessa porção, também ajudam a atingir o consumo recomendável do nutriente (que é de 25 a 38 gramas por dia).

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade