PUBLICIDADE

Massa esquentada é mais saudável que fresca, diz pesquisa

O ato de resfriar e reaquecer o alimento faria com que a massa se transformasse em 'amido resistente'

17 out 2014 11h17
| atualizado às 11h22
ver comentários
Publicidade
<p>Esquentar a massa pode ser opção saudável, diz estudo</p>
Esquentar a massa pode ser opção saudável, diz estudo
Foto: iStock

Um experimento no programa de TV Trust Me, I’m a Doctor, mostrou que comer massa esquentada é mais saudável do que comê-la fresca. As informações são do site do jornal Independent.

Siga Terra Estilo no Twitter

A atração, exibida na BBC, demonstrou que o cozimento, resfriamento e reaquecimento de massas as transformam em ‘amido resistente’, reduzindo a glicose no sangue dos voluntários em até 50%.

A massa é uma forma de carboidrato que é dividida nas vísceras antes de serem absorvidas com açúcares simples, que faz com que a glicose no sangue aumente.

Em resposta, o corpo lança insulina para baixar os níveis de açúcar no sangue – porque os altos níveis não são nada saudáveis.

É essa reação em cadeia que faz com que a massa não seja saudável, porque a rápida ascensão da glicose no sangue e a queda acentuada após a insulina fazem com que você se sinta faminto pouco tempo depois da refeição.

O ato de refrigerar significa que a massa se torna mais resistente às enzimas das vísceras que dividem os carboidratos.

Os resultados foram descobertos após o doutor Chris Van Tulleken testar nove voluntários ao longo de várias semanas. Foi solicitado que eles passassem três dias comendo diferentes tipos de massa.

Foi feito o acompanhamento por meio de amostras de sangue, para ver como era a resposta diante da ingestão do alimento. “As sobras podem ser mais saudáveis para nós do que a refeição original”, disse o especialista.

A pesquisa será estendida com financiamento do Diabetes UK. 

Saudável? Só durante a semana Saudável? Só durante a semana

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade