2 eventos ao vivo

Jaque Khury ensina batata-doce de 5 min no micro-ondas

A ex-Panicat conta as dietas que já fez e ensina receita prática

12 ago 2014
07h49
atualizado em 14/8/2014 às 16h54
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Alan Morici/Terra

Jaque Khury segue uma dieta de 1.200 calorias diárias para manter o corpão. Neste caminho, a batata-doce tem sido uma grande aliada da estrela.

Siga Terra Estilo no Twitter

Segundo ela, o alimento dá uma aliviada na vontade de doce e de quebra traz saciedade. Em entrevista ao Terra, Jaque mostrou também que a opção é prática: fica pronta em apenas cinco minutos.

Primeiro, lave a batata e tire o excesso de água. Ainda úmido, o alimento é enrolado em um papel-toalha, que deve cobrir toda a a extensão.

Feito isso, é só colocar no micro-ondas. “Deixa por cinco minutos, quando tirar, já está pronta para comer”, ensina Jaque, que costuma combinar a batata-doce com hambúrguer de patinho na hora do almoço. “O patinho é uma carne bem magra”, indica.

A disciplina com a alimentação começou já na adolescência. Jaque conta que chegou a ser gordinha, quando tinha entre 14 e 15 anos. “Tinha barriguinha, pochete fora da calça, era bem bochechuda. Comia uma lata de leite condensado por dia, cheguei a pesar 73 quilos", lembra.

Com 1,65 metros de altura, os quilos só se tornaram um problema quando Jaque começou a atuar como modelo.

Aos 17 anos, os traços de descendência libanesa a levaram ao elenco de apoio na novela O Clone, da Globo. “O diretor pediu que eu emagrecesse. Fui ao endócrino, fiz uma dieta e passei aos 57 quilos”, relembra.

Nesta época, também fazia boxe, o que ajudou no processo de emagrecimento. A alimentação, no entanto, não era muito variada, pois como modelo Jaque fazia muitos trabalhos na rua. “Não comia salada, nem frutas. Eu parava em padaria e comia pão integral, com peito de peru e queijo branco. Esse era o meu almoço, eu ia nessa linha de poucas calorias”.

O que mudou, de lá para cá, foi a consciência sobre os alimentos. “Antes eu não sabia o que eu podia substituir, então ficava muito nesse lanchinho de peito de peru. Hoje eu conheço o que como”, diz.

Dieta maluca
Jaque conta que também já caiu na tentação de entrar em um regime maluco para conseguir um corpão em pouco tempo.

A história mais marcante aconteceu no Carnaval de 2009. “Queria secar e ficar sem celulite”, lembra.

Apostou então em alguns remédios pesados, que tiravam completamente o apetite. “Eu não comia nada, não tinha fome. Só conseguia comer bombom, comia três por dia.

O resultado veio rápido, mas na mesma velocidade vieram os quilos novamente. “A dieta foi péssima, engordei o dobro depois e fiquei cheia de celulite”, relembra.

Outra ‘roubada’ que entrou, na época em que atuava como Panicat, foi o uso de anabolizantes. “Fiquei com um corpo bem masculino, não ficou legal, meu rosto ficou feio”, conta.

Recentemente, Jaque engordou 28 kg durante a gravidez do primeiro filho, Gael. Depois de dieta restritiva e malhação, recuperou a antiga forma. “Agora estou natural, todo mundo acha que meu corpo está melhor do que antes”, comemora. 

<a data-cke-saved-href="http://saude.terra.com.br/infograficos/perda-de-peso/" href="http://saude.terra.com.br/infograficos/perda-de-peso/">De 15 a 235 kg, veja casos de quem conseguiu perder peso</a>

Veja também:

Venezuela: os trabalhadores da saúde com salários de US$ 4 por mês e sem equipamentos de proteção
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade