0

Mortes na China por coronavírus chegam a 811 e ultrapassa epidemia de SARS

Número de pessoas infectadas no país subiu para 33.738; ainda há 28.942 casos suspeitos e 2.649 pessoas já foram curadas

8 fev 2020
22h44
atualizado às 23h26
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Comissão Nacional de Saúde da China informou neste sábado que o número de casos de coronavírus no país subiu para 33.738 e o total de mortes aumentou para 811. Na atualização anterior, havia 31.774 casos confirmados e 722 óbitos no país asiático. Com o número, a epidemia já ultrapassa as 774 mortes causadas pelo SARS.

Em comunicado, o órgão afirmou ainda que há 28.942 casos suspeitos na China e que 2.649 pessoas já foram curadas. O documento informou, também, que há 26 casos da doença confirmados em Hong Kong, com um óbito, dez casos em Macau e 17 em Taiwan, único local em que houve alta desde ontem (de um caso).

Neste sábado, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou que uma equipe do órgão deve ser enviada à China nos próximos dias. Segundo ele, o líder do grupo irá para o país asiático na segunda (10) ou na terça-feira (11), e o restante do grupo irá em seguida. Ele disse esperar que membros do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos façam parte do grupo, e não disse quem será o líder.

No Brasil, de acordo com o último boletim do Ministério da Saúde, são investigados oito casos suspeitos da doença, e não há casos confirmados. Dois aviões com 31 brasileiros que estavam em Wuhan, na China, devem chegar a Anápolis (GO) às 3 horas da madrugada deste domingo. Os passageiros e mais 27 pessoas da tripulação, médicos e equipe de comunicação devem ficar em quarentena em uma base na cidade por 18 dias.

/ AP

Veja também:

Influencers falam sobre doenças crônicas nas redes
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade