0

Lignanas ajudam na prevenção de câncer

15 mar 2019
07h31
  • separator
  • comentários

Quem possui o hábito de comer linhaça, talvez até não saiba, mas a semente é a maior fonte alimentar de lignanas - substâncias conhecidas por prevenir o câncer (em especial, o de mama). Vamos saber mais a respeito.

As lignanas atuam como neutralizadoras do estrogênio (ou estrógeno), evitando que este hormônio prejudique as glândulas mamárias e outros locais do organismo. Ao impedir que se prolifere em grande quantidade, diminui a possibilidade da ocorrência de câncer.

De quebra, em épocas de baixa hormonal (como no período da menstruação), as lignanas também substituem a função do estrogênio.

Como consumir?

A principal fonte de lignanas é mesmo a linhaça - que pode ser consumida em forma de sementes, pó, óleo e pães. Além disso, é possível escolher entre a linhaça marrom ou dourada, sendo que ambas são muito benéficas e saborosas.

A dourada costuma ter um teor mais alto de lignanas. A linhaça também é um ingrediente rico em ômega 3, antioxidantes e magnésio - substâncias fundamentais para a saúde do nosso corpo.

Cereais

Os cereais integrais, como aveia, arroz, trigo e cevada, também são fontes importantes de lignanas. O diferencial dos alimentos integrais é que eles não são refinados, de modo que acabam sendo mais nutritivos, pois não passam pelo processo de refinamento.

Outras fontes

Se a ideia é incorporar as lignanas à dieta, outra dica é passar a consumir oleaginosas: castanhas, avelãs, nozes, amêndoas e por aí vai. Isso porque elas têm uma alta concentração desse fotoquímico e outras substâncias importantes.

Alguns tipos de legumes e frutas também podem fornecer lignanas para o organismo, tais como cenoura, inhame, maçã e morango. Todos esses alimentos, inclusive, devem estar presentes na rotina de quem mantém uma alimentação saudável. As frutas, em especial, são ricas em quase todos os tipos de vitaminas, minerais e fibras.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade