4 eventos ao vivo

Guatemala implementa programa de escola saudável com apoio do Brasil e da FAO

16 jun 2017
20h05
  • separator
  • comentários

Um programa de Escolas Saudáveis Sustentáveis, impulsionado pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e pelo Brasil, começou a ser implementado nesta sexta-feira na Guatemala, em uma escola de Chiquimula, um departamento que está entre os mais afetados pela desnutrição e pelos efeitos da mudança climática.

A Escola Oficial Rural Mista Los Vados, onde serão beneficiados 266 estudantes, é a primeira dos 12 centros escolares que implementarão o programa.

"A FAO, com o apoio do governo do Brasil, está dando acompanhamento técnico à Guatemala", disse o representante do organismo da ONU no país, Diego Recalde, que lembrou que estas escolas se unem a outras 10 das províncias de San Marcos e Huehuetenango, onde o projeto-piloto foi implementado entre 2015 e 2016, beneficiando mais de 1.200 crianças de nível primário.

O Programa de Escolas Saudáveis Sustentáveis tem como objetivo estabelecer uma referência na alimentação escolar sustentável, especialmente a partir de atividades como o envolvimento da comunidade educativa, a adoção de cardápios escolares adequados e saudáveis, hortas escolares pedagógicas e reformas nas instalações.

De 2012 a 2015, a experiência de Escolas Sustentáveis foi implementada em outros sete países da América Latina e do Caribe, em 1.640 centros escolares com 150.305 crianças, dentro do Programa de Cooperação Internacional Brasil-FAO.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade