2 eventos ao vivo

Governo do Acre decreta toque de recolher entre 22h e 6h; medida vale por 30 dias

A situação da pandemia preocupa autoridades locais. No final de semana, faltaram leitos de UTI no interior do Estado, que soma 854 óbitos pela doença desde o início da pandemia

25 jan 2021
21h24
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

RIO BRANCO - O governo do Acre publicou nesta segunda-feira, 25, decreto que prevê "toque de recolher" em todo o território estadual das 22h às 6h. A medida começa a valer na noite desta segunda-feira, 25, e vai durar, inicialmente, por 30 dias. O decreto, publicado em edição extra do Diário Oficial, foi assinado pelo governador Gladson Cameli (PP).

O decreto regulamenta o horário de funcionamento de estabelecimentos e atividades comerciais com atendimento presencial ao público. Além disso, limita o ajuntamento de pessoas a partir do horário em que vigorará o decreto, e tem o objetivo de evitar o colapso no sistema de saúde, a exemplo do que aconteceu em Rondônia e no Amazonas, onde faltam leitos de enfermaria e de UTI para pacientes com covid-19.

A situação da pandemia aumenta a preocupação das autoridades: no final de semana faltaram leitos de UTI no interior do Estado, mas a situação foi controlada com altas hospitalares. Os números da pandemia voltaram a aumentar na última semana, e nove em cada dez leitos de UTI estão ocupados no Acre, restando apenas 11 disponíveis, segundo boletim divulgado na tarde desta segunda-feira.

O Acre registra 854 mortes ocasionadas por complicações da covid-19. Nas últimas 24 horas, o Estado confirmou 150 novos casos da doença, e há outros 1.241 exames em análise laboratorial. Também foram registradas quatro mortes entre domingo e segunda-feira. Já foram vacinadas 3.985 pessoas, incluindo trabalhadores da saúde e idosos que vivem em abrigos públicos.

Veja também:

Passo a passo para manter a saúde bucal em dia
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade