0

Entenda como a música pode ajudar durante a corrida

4 fev 2019
07h01
  • separator
  • comentários

Correr para manter a forma pode, e deve, ser um prazer. Mas acredite: com música, tudo fica mis fácil O ritmo que entra pelos ouvidos do praticante dá o tom da marcação das passadas que irão compor o treino. Por isso, nem tão clássica, nem tão heavy metal.

O objetivo da sua corrida ajuda de escolher quais temas a embalarão. Um treino de tiros e que requer muita energia combina melhor com músicas mais rápidas. Já uma atividade em que não há preocupações com o tempo pode ser acompanhada de trilhas mais relaxadas.

Gêneros

Cada gênero musical traduz um estado de espírito e um momento do corredor. Batidas eletrônicas enchem o corpo e a mente de energia, enquanto um reggae clássico pode cair bem em uma corrida de fim de tarde na areia.

Benefícios

De um modo geral, a música ajuda no seu desempenho na hora da corrida, melhora o humor, distrai da dor e da fadiga, diminui a percepção de esforço e aumenta a resistência.

Dicas

Um ponto importante é descobrir o número de beats por minutos (bpm) de uma música Há sites e aplicativos que fazem essa conversão.

O site jog.fm é uma boa alternativa. Para selecionar um som no seu ritmo, basta informar no site em quanto tempo você corre um quilômetro e ele escolhe as músicas que acompanham o seu pique. Disponível também como app, mas apenas para iOS.

Outra ferramenta útil é o app Cruise Control, disponível apenas para iOS. Ele conta com diversas funções, divididas em alguns modos de operação.

No modo Free Run, você apenas abre o aplicativo ao correr e ele ajusta as músicas que você ouve de acordo com seus passos. No modo Pace, você escolhe qual velocidade quer alcançar e ele seleciona músicas com aquele bpm, portanto, basta correr no ritmo da música para manter a velocidade.

Um dos principais serviços de streaming de música, o Spotify, possui sessão dedicada totalmente aos corredores, com playlists pra todos os gostos Agora, é escolher as músicas certas para os treino e bora pra rua!

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade