4 eventos ao vivo

Dieta tem um impacto no bem-estar emocional mais em mulheres do que em homens

7 set 2018
07h11
  • separator
  • 0
  • comentários

As mulheres podem precisar de uma dieta rica em nutrientes para ter um bem-estar emocional positivo, de acordo com uma nova pesquisa da Binghamton University, Universidade Estadual de Nova York. Evidências crescentes sugerem que as diferenças anatômicas e funcionais no cérebro de homens e mulheres ditam a suscetibilidade à doença mental. No entanto, pouco se sabe sobre o papel dos padrões alimentares no bem-estar psicológico específico de gênero. Uma equipe de pesquisadores liderada por Lina Begdache, professora assistente de estudos de saúde e bem-estar da Binghamton University, realizou uma pesquisa anônima com 563 participantes (48% homens e 52% mulheres) através das mídias sociais para investigar essa questão. Begdache e sua equipe descobriram que os homens são mais propensos a experimentar bem-estar mental até que surjam deficiências nutricionais. As mulheres, no entanto, são menos propensas a experimentar bem-estar mental até que uma dieta equilibrada e um estilo de vida saudável sejam seguidos.

De acordo com Begdache, estes resultados podem explicar relatos de estudos anteriores que mostram que as mulheres estão em maior risco de sofrimento mental quando comparadas aos homens, e enfatizam o papel de uma dieta rica em nutrientes no bem-estar mental. A dieta de hoje é rica em energia, mas pobre em nutrientes essenciais que suportam a anatomia e a funcionalidade do cérebro. Evidências sugerem que a dieta de nossos ancestrais, que era uma dieta rica em nutrientes e alta energia, contribuiu significativamente para os volumes cerebrais e para a evolução cognitiva da humanidade. Assim, a ingestão diferencial de alimentos e energia baseada em gênero pode explicar os volumes e a conectividade diferencial do cérebro entre mulheres e homens. Portanto, um desajuste potencial está acontecendo entre a nossa dieta contemporânea e o cérebro humano evoluído que está perturbando a funcionalidade normal de certos sistemas no cérebro.

Referência

Begdache, L. et al. Principal component analysis identifies differential gender-specific dietary patterns that may be linked to mental distress in human adults .  Nutritional Neuroscience , 2018

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade