PUBLICIDADE

Dicas para retomar as atividades físicas no pós-pandemia

Num mundo em que só se fala de pandemia e home office, muita gente deixou as atividades físicas de lado. Não cometa esse grave erro. Veja

27 out 2021 09h47
ver comentários
Publicidade
A especialista Aline Caniçais dá cinco dicas para você não descuidar da saúde com as atividades físicas
A especialista Aline Caniçais dá cinco dicas para você não descuidar da saúde com as atividades físicas
Foto: Arquivo Pessoal

As atividades físicas sempre foram vistas como aliadas da saúde, inclusive durante a pandemia, já que a ciência comprova que a prática fortalece o sistema imunológico, ajudando a evitar comorbidades que agravam os efeitos da Covid-19. 

Porém, desde março de 2020, com o fechamento das academias, muitas pessoas abandonaram suas rotinas de exercícios. Agora, após a segunda dose da vacina, grande parte delas está retomando o hábito.

Aline Caniçais, especialista dermatofuncional da HTM Eletrônica, empresa referência na fabricação de equipamentos estéticos e de reabilitação física, alerta que essa retomada exige cuidados. 

“Quando voltamos a praticar exercícios depois de muito tempo, é necessário cuidado para não se lesionar facilmente”, diz Aline. “Existem alguns fatores que podem ser aliados nesse momento e a fisioterapia é um deles, ajudando a eliminar a dor, recuperar flexibilidade, força muscular e estabilidade.”

Pensando nisso, a especialista elenca cinco dicas para ajudar uma retomada saudável de exercícios físicos:

1. Atividades aliadas a fisioterapia

Aliar as atividades de academia com recursos da fisioterapia pode ser uma ótima solução para prevenir lesões e ajudar na recuperação, promovendo saúde, restaurando a integridade dos órgãos e funções, além de diminuir as dores crônicas e agudas.

Hoje em dia, existem tratamentos tecnológicos que potencializam ainda mais os resultados. O Fisio Stim por exemplo, é um equipamento portátil que permite a associação entre eletroestimulação e exercícios na academia, mantendo o alinhamento da postura por meio de correntes que promovem a contração muscular e recrutam em torno de 40% a mais de fibras musculares. 

Outro equipamento, chamado Stimulus Physio, utiliza eletroterapia para alívio da dor e recuperação muscular, por meio de correntes que promovem melhora do desconforto (fadiga) pós exercício, assim como auxiliam na recuperação da atividade.

2. Cuidado com a alimentação

Para obter bons resultados, sejam eles estéticos ou de melhoria de saúde, é imprescindível que os hábitos alimentares mudem junto com a volta das atividades físicas. Até porque, uma alimentação saudável interfere diretamente no rendimento dos exercícios, além de criar mais resistência, por estar diretamente ligada à recuperação dos músculos no pós treino e ganho de massa muscular.

3. Faça “aquecimento”

Antes de praticar qualquer exercício, seja ele um esporte, aeróbico ou força, não se esqueça de “aquecer” para diminuir os riscos de lesões. Realize movimentos mais leves e sem peso, assim como uma caminhada ou correr no mesmo lugar.

4. Pratique exercícios aeróbicos leves

Caminhadas ou pedaladas de baixa intensidade são ideias para a retomada das atividades, pois auxiliam o sistema cardiovascular a recuperar o ritmo.

5. Fortaleça o músculo

Apesar das atividades aeróbicas serem importantes, os exercícios com pesos também são, principalmente quando falamos de fortalecimento da região do core, como abdômen e lombar, ajudando no condicionamento para todos os outros tipos de atividades físicas.

Homework Homework
Publicidade
Publicidade