1 evento ao vivo

Corrida de rua: dicas importantes antes de começar a praticar

17 abr 2019
07h04
  • separator
  • comentários

Atividade física extremamente gratificante e completa, a corrida de rua tem conquistado cada vez mais praticantes. Levantamento da Federação Paulista de Atletismo constata o crescimento. Em 2008, por exemplo, ocorreram no Estado 217 provas, com a participação de 372.352 pessoas. Já em 2017, data do último levantamento, 435 competições foram realizadas, contando com a participação de 922.870 corredores.

O contato com a natureza, a sensação de liberdade e a praticidade são alguns dos motivos que atraem os corredores. Afinal, basta um par de tênis e disposição para sair correndo pelas vias da cidade, não é mesmo? Cuidado, não é bem assim que funciona. Atividade com intensidade elevada, a corrida de rua exige alguns cuidados.

Primeiro passo

O esporte é reconhecido por fazer bem ao coração. Mesmo assim, é necessário antes do primeiro trote verificar se está tudo certo. Por isso, não tem como fugir. A avaliação médica é o primeiro passo para quem pretende correr.

Principalmente quem já passou dos 40 anos deve procurar um cardiologista para se submeter a uma bateria de exames. Afinal, algumas complicações só aparecem quando o coração trabalha com esforço.

Dores na coluna também e nos joelhos, por exemplo, também são um sinal de alerta. Neste caso, o ortopedista deve ser consultado.

Dieta

Outra recomendação valiosa é consultar um nutricionista para adequar a alimentação. Afinal, o corpo iniciará uma grande queima de calorias. E, para o motor seguir funcionando em plena carga, manter a energia será necessário.

Passo a passo

Tudo certo com os exames e a dieta? Então é hora começar. Mas calma! Para quem está deixando o sedentarismo, o recomendado é iniciar caminhando. Após um período de adaptação, é possível intercalar a caminhada com os trotes. Calma: paciência e perseverança são fatores fundamentais. Aos poucos, a intensidade da atividade vai aumentando. Logo, o praticante estará correndo pelas ruas da cidade e, quem sabe, até mesmo participando de competições.

Uma dica importante para quem está iniciando na atividade é contar com a ajuda de um preparador físico. Após uma avaliação criteriosa, o profissional conseguirá preparar um cronograma de treinamento progressivo, acompanhando o desenvolvimento do novo atleta.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade