0

Como melhorar a saúde digestiva

10 out 2018
09h11
  • separator
  • comentários

Fibras ajudam a melhorar a digestão e o funcionamento intestinal. Para atingir a necessidade de 20-35g de fibras diárias escolha alimentos naturais como frutas, vegetais, leguminosas, grãos integrais e oleaginosas. As fibras ajudam ainda a melhorar a saúde cardíaca, na manutenção do açúcar sanguíneo, no aumento de saciedade e no controle de peso. Consuma ervas que ajudam na salivação como funcho, gengibre, erva-doce, camomila, sálvia, entre outras. Perder alguns quilinhos, principalmente na região abdominal, ajuda a aliviar o desconforto gastrointestinal, gases e empachamento.

Coma em pratos menores e mastigue bem para evitar o consumo calórico excessivo. Beba bastante líquido durante o dia, pois ajuda a eliminar as toxinas e melhora o funcionamento intestinal. A prática regular de atividade física ajuda no funcionamento adequado da digestão, além de diminuir o estresse, o qual pode desencadear problemas digestivos. Consuma mais probióticos (bactérias boas) ou alimentos que contêm estes, pois estudos mostram que eles melhoram o sistema imune, quadros de diarreia e síndrome do intestino irritável. Pare de fumar, pois o cigarro pode aumentar o refluxo e provocar azia; além de piorar cânceres gastrointestinais.

Fique longe de alimentos que atrapalhem o seu funcionamento digestivo. Isso pode variar de pessoa para pessoa, mas entre os alimentos que podem causar esse problema estão os laticínios, alimentos gordurosos, brássicas, café, refrigerantes, cítricos e tomate. Evite o consumo de bebidas alcoólicas já que podem provocar azia, diarreia, problemas hepáticos e câncer. Higienize adequadamente as mãos e os utensílios ao cozinhar para evitar a contaminação por patógenos. Consuma somente laticínios pasteurizados. Caso os sintomas de desconforto persistam procure um médico.

Referência

http://www.webmd.com/digestive-disorders/ss/slideshow-digestion-tips?ecd=wnl_wlw_082415&ctr=wnl-wlw-082415_nsl-ld-stry_3&mb=voAu2w9N73u3p993LPWFqRXFE73IOX1c0OaTzBd4F8E%3d

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade