PUBLICIDADE

Como é possível se proteger contra a gripe; entenda

Especialistas ressaltam os cuidados para evitar a coinfecção de Covid-19

16 ago 2021 12h55
ver comentários
Publicidade
Como é possível se proteger contra a gripe; entenda
Como é possível se proteger contra a gripe; entenda
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

Existem pessoas que ao ficarem gripadas começam a espirrar, outras têm tosse alérgica e há também aquelas em que o corpo manifesta um pouco de cada sintoma. Em tempos de Covid-19, é fundamental ficar atento a qualquer alteração do sistema respiratório e inclusive se prevenir contra a coinfecção (infecção simultânea com o vírus da gripe ou pneumococo). 

Segundo a Dra.Melissa Valentini, infectologista do Grupo Pardini, "a gripe é causada pelo vírus influenza (A e B). Normalmente, a vacina é feita por meio dos vírus que circulam no hemisfério oposto. Então, a vacina do hemisfério sul é desenhada a partir das infecções que causam gripe".

"No caso da Covid-19, eles se ligam a um receptor que está muito concentrado no pulmão, por isso há maior chance de ter uma pneumonia viral. Qualquer sintoma de quadro respiratório depende dos vírus que invadem as células".

A infectologista alerta que para evitar gripe, é recomendado manter o ambiente ventilado, evitar aglomerações e contato com pessoas doentes. "Atualmente, mais do que nunca, a Covid-19 nos mostrou que as pessoas com quadro respiratório de risco devem ficar em casa sem contato físico".

"A característica principal é que a Covid-19 começa a ser transmitida mesmo com a pessoa assintomática. Então, por isso que temos dificuldade em controlar a pandemia. Enquanto, a gripe podem ser utilizadas medidas habituais, como medicamentos para febre, obstrução nasal e, nos quadros onde a pessoa tem casos mais graves ou comorbidades que possam complicar com a gripe, damos o medicamento para Influenza".

"Nós já registramos alguns casos de coinfecção de Influenza ou outros vírus respiratório e Covid-19, mas não temos ainda dados ou estudos tão importantes sobre isso, mas como são viroses respiratórias, pode-se ter coinfecção sobre as duas", ressalta a Dra. Melissa Valentini, infectologista.

Outra especialista, a Dra. Manoela de Magalhães Hoff, alergista, membro da Doctoralia, "é possível contrair ao mesmo tempo tanto o vírus da gripe quanto da Covid-19 e, estando com o sistema imunológico já comprometido, o paciente pode ter complicações graves, por isso, a vacinação, principalmente contra doenças respiratórias, é tão importante neste momento."

"Além disso, da mesma maneira que estão surgindo mutações do coronavírus, a gripe é uma doença que sofre diversas alterações ao longo do ano e a tendência é que o vírus se torne resistente às vacinas com o tempo. Com isso em mente, anualmente são produzidas novas vacinas que buscam ampliar a cobertura contra essas novas cepas mais resistentes do vírus", finaliza a alergista.

Fontes: Melissa Valentini, infectologista do Grupo Pardini e Dra. Manoela de Magalhães Hoff, alergista, membro da Doctoralia.

Saúde em Dia
Publicidade
Publicidade