2 eventos ao vivo

Camu-camu na prevenção da obesidade

12 set 2018
07h11
  • separator
  • comentários

Um extrato de camu-camu - uma fruta nativa da Amazônia - previne a obesidade em camundongos alimentados com uma dieta rica em açúcar e gordura, afirmam pesquisadores da Université Laval e do Centro de Pesquisas do Coração e Instituto do Pulmão de Quebec. A descoberta, que foi publicada recentemente na revista científica Gut, sugere que os fitoquímicos do camu- camu podem desempenhar um papel importante na luta contra a obesidade e doenças metabólicas. A composição química do camu-camu é única, pois contém 20 a 30 vezes mais vitamina C do que kiwis e 5 vezes mais polifenóis que as amoras. Os pesquisadores alimentaram dois grupos de camundongos com uma dieta rica em açúcar e gordura por oito semanas. Metade dos camundongos receberam extrato de camu-camu todos os dias. No final do experimento, o ganho de peso em camundongos tratados com camu-camu foi 50% menor do que o observado em camundongos controle e foi semelhante ao ganho de peso de camundongos que consumiram uma dieta com baixo teor de açúcar e baixo teor de gordura.

Os pesquisadores acreditam que o efeito anti-obesidade do camu-camu pode ser explicado por um aumento no metabolismo de repouso nos ratos que receberam o extrato. Os pesquisadores também descobriram que o camu-camu melhorou a tolerância à glicose e sensibilidade à insulina e reduziu a concentração de endotoxinas no sangue e inflamação metabólica. O camu-camu exerce seus efeitos metabólicos positivos, pelo menos em parte, através da modulação da microbiota intestinal. A toxicidade do extrato de frutas não deve representar um problema, uma vez que já é comercializado para combater a fadiga e o estresse e estimular o sistema imunológico.

Referência

Anhê, F, F. ET al. Treatment with camu camu (Myrciaria dubia) prevents obesity by altering the gut microbiota and increasing energy expenditure in diet-induced obese mice.  Gut , 2018; gutjnl-2017-315565 DOI:  10.1136/gutjnl-2017-315565

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade