0

Benefícios e cuidados necessários para treinar na arena

6 fev 2019
07h10
  • separator
  • 0
  • comentários

A praia é dos espaços mais democráticos que existem, pois abriga tanto pessoas saradas quanto as que lutam para ter um bom corpo. Ou mais além: correm, pulam e se exercitam na busca por uma vida saudável. Mas, seja em uma corrida ou mesmo em um treino funcional, a areia pede alguns cuidados para que não ocorram lesões.

A corrida na areia, por se tratar de um terreno com menos impacto sobre as articulações, é uma ótima forma de elevar o volume semanal de treinos e poupar articulações e ossos. Por outro lado, há uma exigência muscular grande, pois faz-se muita força no momento da propulsão, ou para tirar o pé da areia.

Atenção

Outra preocupação é sobre o tipo de areia escolhida para a corrida: dura ou fofa. A areia dura é muito parecida com o asfalto, mas há o agravante de que a maioria dos lugares onde há areia dura é muito inclinado, prejudicando e muito a coluna vertebral do atleta.

Na areia fofa, porém, há menor impacto articular e maior desequilíbrio. A instabilidade do terreno, para quem não é forte o suficiente (ausência dos treinos na musculação), pode desencadear problemas crônicos como lombalgias.

Funcional

No caso do treinamento funcional em areia, também há considerações a serem feitas. A prática apresenta algumas possibilidades bem interessantes. Entretanto, a grande diferença deste para o tradicional é o piso. Além disso, o vento prejudica em algumas situações.

Mas, no geral, a grande diferença reside no piso irregular, que estimula mais a propriocepção e torna os movimentos mais difíceis de serem feitos.

Lesão

Caso não seja feito um controle de carga adequado e, principalmente, uma progressão, as chances de lesão são muito grandes. Apesar da areia ser mais macia do que muitos pisos, ela é irregular e pode exigir das articulações uma estabilidade que estas não têm. Nestes casos, é muito comum ocorrerem lesões como estiramentos ligamentares e de outros tecidos moles.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade