1 evento ao vivo

Dieta irregular aumenta o risco de morte em vítimas de infarto, diz estudo

Quem não toma café da manhã e janta muito tarde tem muito mais chance de morrer após um ataque cardíaco. Entenda

3 mai 2019
10h36
atualizado às 13h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Um estudo recente, realizado pelo médico Guilherme Neif Vieira Musse, da Faculdade de Medicina da Universidade Estadual Paulista (Unesp), revelou que a dieta irregular aumenta o risco de morte em quem sofreu infarto. Hábitos como jantar tarde e não tomar o café da manhã aumentam de quatro a cinco vezes a probabilidade de morrer e de ter outro ataque cardíaco. Pelo menos no período durante a internação e 30 dias após a alta hospitalar, nas vítimas de infarto agudo.

Dieta irregular aumenta o risco de morte em vítimas de infarto, diz estudo
Dieta irregular aumenta o risco de morte em vítimas de infarto, diz estudo
Foto: Pixabay / Sport Life

"Dieta irregular aumenta o risco de morte ao passo que, geralmente, esses costumes estão associados aos hábitos de vida ruins. Por exemplo, acordar tarde ou mesmo comer em excesso no jantar e fora de hora. É uma questão comportamental que influencia no pior prognóstico para esses pacientes. O mais indicado é evitar açúcar, produtos industrializados em geral e adotar a chamada 'dieta do mediterrâneo'. Ela é crucial na proteção contra doenças cardiovasculares", aconselha o médico Guilherme.

Dados

A pesquisa analisou 113 pessoas, com idade média de 60 anos. Desses, 73% eram homens. Dentre aqueles que morreram após a internação, 58% não tomavam o café da manhã, 51% jantavam tarde e 41% adotavam os dois hábitos combinados. A pesquisa foi realizada com pacientes atendidos na Unidade de Terapia Intensiva Coronariana (UTI-UCO) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HC-FMB), no período entre agosto de 2017 e agosto de 2018.

Marcos Ferreira Minicucci, professor-assistente da disciplina de Clínica Médica Geral da Unesp e orientador da pesquisa, recomenda esperar pelo menos 2 horas, depois do jantar, para ir dormir.  Ele ainda acrescenta que "a melhor maneira de viver é tomando café da manhã como um rei. Um bom café da manhã geralmente é composto de laticínios como leite desnatado ou semidesnatado, iogurte e queijo".  O carboidrato de pães e cereais integrais, assim como as frutas, também são importantes. "Deve fornecer de 15% a 35% do total de calorias que precisamos por dia", finaliza Marcos.

Veja também:

Os ótimos números de Evander pelo Midtjylland, da Dinamarca
Sport Life
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade