PUBLICIDADE

Pratique escalada e aprenda a solucionar problemas

Para sair do convencional, experimente praticar escalada. Totalmente segura, a modalidade tem benefícios para todos os tipos e idades

2 jul 2021 15h50
ver comentários
Publicidade
Pratique escalada e aprenda a solucionar problemas
Pratique escalada e aprenda a solucionar problemas
Foto: Shutterstock / Sport Life

Modalidade antes desconhecida de boa parte do público, a escalada fará sua estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio, que têm sua cerimônia de abertura marcada para o próximo dia 23.

A modalidade é praticada em muros construídos especificamente para a prática, que tem agarras, estruturas que imitam as pedras e funcionam como suporte para mãos e pés, ajudando o escalador a chegar ao topo. No entanto, você não precisa ser um super atleta para se aventurar na escalada. E os benefícios para corpo e mente são inúmeros. 

A prática regular do esporte ajuda a fortalecer os músculos e desenvolver a flexibilidade, além de contribuir com a capacidade de pensar estrategicamente, uma vez que para chegar ao topo do muro é necessário escolher a melhor via - nome oficial para o caminho que será feito, considerando as agarras que serão usadas. 

"A escalada esportiva ajuda no controle emocional, já que os praticantes aprendem a lidar com os problemas com distanciamento e desenvolvem uma frieza na tomada de decisão. Ela trabalha corpo e mente em conjunto", afirma Paulo Gil, da escola 90 Graus. Não à toa, há bastante gente que chega à escalada em busca de um exercício físico porque não se encontrou em atividades tradicionais como a musculação.

"Antes de ser um esporte olímpico, a escalada esportiva é uma atividade que pode ser praticada por qualquer pessoa, independentemente de idade", afirma Raphael Nishimura, presidente da ABEE (Associação Brasileira de Escalada Esportiva) e vice-campeão mundial de paraclimbing em 2012. Seu primeiro contato com o esporte foi em 2007, aos 26 anos, e com a mobilidade limitada pela distonia muscular, distúrbio neurológico que provoca a contração involuntária dos músculos. 

Há quem descubra a escalada muito mais cedo ou muito mais tarde. Atualmente com 13 anos, a atleta Mariana Hanggi, que representará o Brasil no Mundial Juvenil de Escalada Esportiva, começou aos 5 anos, quando acompanhava a mãe que praticava o esporte, e não parou mais. "Me sinto motivada a me superar. Nos treinos competia comigo mesma, tentando ser melhor a cada tentativa, e fui me encantando", conta.

Os ginásios garantem que a atividade seja realizada em um ambiente controlado e seguro. Além de pesquisar um local adequado para praticar, serão necessários uma sapatilha específica, que contribui para a precisão dos pés nas agarras, e um saquinho de carbonato de magnésio, que ajuda nas pegadas com as mãos. 

Sport Life
Publicidade
Publicidade