PUBLICIDADE

Paulo André: BBB pode mudar carreira do terceiro homem mais rápido do Brasil

Dono de uma das melhores marcas da história do país, o destino do velocista de 100m pode ser totalmente alterado

17 jan 2022 16h59
ver comentários
Publicidade
Paulo André BBB22
Paulo André BBB22
Foto: Wagner Carmo/CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo / Sport Life

O atleta olímpico de 23 anos, Paulo André Camilo, é um dos integrantes do grupo Camarote do BBB22. Anunciado na última sexta-feira (14) pela TV Globo, o velocista já foi semifinalista da prova individual dos 100m rasos nas Olimpíadas de Tóquio, em 2021. Além disso, ele também é dono da terceira melhor marca do Brasil na disputa mais nobre do atletismo, com o tempo de 10s02. Atrás apenas de Robson Caetano 10s e Erik Felipe 10s01.

Todos esses feitos, com tão pouca idade, colocavam Paulo André como um dos mais promissores nomes do atletismo brasileiro. Com expectativa de ser, inclusive, um medalhista olímpico no futuro. Mas, os planos de se desenvolver como atleta, ao menos em 2022, foram interrompidos pelo jovem velocista, que preferiu participar do BBB.

Com isso, a carreira de Paulo André no atletismo pode ser abalada de várias maneiras. Além dele estar longe da preparação ideal de um atleta que visa bons resultados em competições internacionais, ele ainda pode perder a chance de participar de alguns campeonatos. Renúncias com potencial de inviabilizar ou, ao menos dificultar, uma possível participação nas Olimpíadas de Paris, em 2024.

Como se não bastasse, Paulo André ainda pode ser punido e suspenso. Atletas com resultados importantes no cenário olímpico, como o velocista brasileiro, precisam ter um endereço fixo e constantemente atualizado para que agências internacionais antidoping consigam realizar testes sem aviso prévio. Caso o atleta não seja encontrado após três tentativas, em um período de 365 dias, ele poderá ser afastado das competições profissionais.

O endereço onde o BBB será realizado, no Rio de Janeiro, é conhecido. No entanto, a regra do jogo prevê que os participantes fiquem isolados do resto do mundo e, portanto, não tenham contato com pessoas externas. A dúvida é: será que a TV Globo permitirá que um fiscal colete sangue ou urina de Paulo André, dentro da casa? Caso ocorra uma tentativa de testagem - sem sucesso - de uma agência antidoping, o atleta poderá ser prejudicado.

No entanto, vale ressaltar que a escolha de Paulo André, de participar do BBB22, é totalmente compreensível e cabe apenas a ele avaliar as vantagens e desvantagens. Mesmo que a carreira dele, como atleta, seja interrompida, outras oportunidades de mercado podem se abrir e mudar completamente a vida do velocista.

Além da promessa do atletismo brasileiro, a casa do BBB também contará com o surfista Pedro Scooby (33). O reality estreia hoje (17), na TV Globo.

Sport Life
Publicidade
Publicidade