0

Osteopatia: tratamento manual e natural evita dor no treino

A osteopatia é uma técnica indicada para o alívio da dor e que reduz a necessidade do uso de medicamentos nos tratamentos

21 jan 2021
11h21
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Osteopatia: tratamento manual e natural evita dor no treino
Osteopatia: tratamento manual e natural evita dor no treino
Foto: Shutterstock / Sport Life

Para tentar sempre melhorar a performance ou simplesmente para continuar com o programa de exercícios normalmente, não sentir dor é essencial, e a osteopatia auxilia neste tratamento. O torcicolo causado pelo excesso de trabalho em frente ao computador ou aquele incômodo no joelho depois de um treino de corrida podem atrapalhar as atividades diárias e demandar uma pausa nos treinos. A saída, então, é apostar em tratamentos naturais para alívio e prevenção da dor, como a osteopatia.

Se você já ouviu falar sobre essa técnica, talvez tenha ficado confuso sobre qual especialidade é essa e quais os problemas de saúde ela trata. "Osteopatia é o conjunto de técnicas manuais que visa restabelecer a mobilidade das articulações e tudo o que envolve seu funcionamento sadio, incluindo ligamentos, tendões, fáscias, aponeuroses, nervos e tecidos moles em geral. É dada ênfase na mobilidade da coluna vertebral pois é dela que saem os nervos que enviam estímulo do cérebro para todo o corpo", esclarece o quiropraxista Lucas Rech, especialista em coluna.

Avaliação íntegra do osteopata

A osteopatia pode ser uma especialização da fisioterapia ou da medicina e, portanto, para aplicar a técnica, o profissional precisa ser capacitado. O tratamento pode ser bastante útil em diversos casos clínicos. "A osteopatia trata o indivíduo como um todo. Em muitos casos de dores inespecíficas no corpo, a causa pode não estar no local onde se manifesta. Então, muitas vezes a causa da dor de uma tendinite no quadril está na coluna lombar", afirma o fisioterapeuta Bernardo Sampaio.

Antes da aplicação da técnica, é realizada uma consulta para conhecer ao máximo o histórico do paciente, checando a presença de outros problemas de saúde. "Inicialmente, é realizada uma entrevista para entendermos os sintomas, após isso, então são feitos testes físicos específicos para identificar a origem dos sintomas e buscar a melhor maneira para intervenção. Esses testes envolvem qualidade de movimento do corpo, força muscular e aderências de pele, por exemplo", explica Bernardo.

Alívio através das mãos

A vantagem de incluir sessões de osteopatia no tratamento e na prevenção das dores é que elas são totalmente naturais: não incluem consumo de medicamentos e nem uso de aparelhos. "Quem trabalha com osteopatia utiliza somente técnicas manuais, diferenciando de outros trabalhos da fisioterapia em que, além dessas técnicas, podem ser utilizados outros recursos como exercícios terapêuticos", destaca Bernardo.

"A manipulação mais conhecida e utilizada é a articular, por exemplo na coluna - são os famosos estalos ", informa o fisioterapeuta. A região lombar, aliás, é a que mais sofre em quem pratica corrida, já que é bastante exigida nos movimentos. "Em alguns casos, a osteopatia é a abordagem inicial para dores na coluna, para depois progredir para uma atividade física e, em outros, algumas sessões já bastam para o alívio, que é o caso de sintomas agudos ", relata Bernardo.

No entanto, a osteopatia não é o melhor tratamento para todos os casos e, por isso, a avaliação dos profissionais é indispensável antes de começar qualquer tratamento. "A contraindicação absoluta são os casos de fraturas, doenças osteoarticulares e algumas patologias reumáticas", salienta o fisioterapeuta.

Veja também:

Passo a passo para manter a saúde bucal em dia
Sport Life
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade