PUBLICIDADE

O impacto da pausa no condicionamento para os atletas

Por causa do fechamento de parques e academias, algumas pessoas pararam de se movimentar e isso prejudicará o condicionamento

9 abr 2021
0comentários
Publicidade
Pausa nos treinos afeta o condicionamento dos atletas
Pausa nos treinos afeta o condicionamento dos atletas
Foto: Shutterstock / Sport Life

Diversos espaços para prática de esportes, como academias e parques fecharam no último ano por causa da pandemia. A medida, que variou entre as regiões do país, gerou uma pausa na rotina habitual de atletas, profissionais ou não, além do adiamento de competições. No final de 2020, houve o relaxamento das medidas e esportistas puderam voltar, ainda que seguindo algumas regras para evitar contaminação, à programação normal.

No entanto, com o agravamento da pandemia no Brasil, novamente foi necessária a adoção de medidas mais restritivas. Com isso, novamente houve o fechamento de parques e academias impossibilita as atividades físicas de costume. Essas pausas geram uma dúvida: quais os efeitos da interrupção nos treinos para atletas?

A pausa na palavra do especialista

Dr. Pedro Baches Jorge, ortopedista especialista em joelho e Medicina do Esporte da Clínica SO.U, explica que essas pausas, afetam o condicionamento físico dos atletas. "O atleta que está no auge, ou próximo dele, deixa de estar, tendo diminuição da performance normal. E essa perda no desempenho, pode, ainda, levar a maior número de lesões. Ou seja, o comprometimento é de dois modos: queda de performance e o aumento no risco de novas lesões no decorrer dos treinos, principalmente se não houver cuidado com o retorno gradativo. Pode inclusive surgir uma dor, que antes da pausa não existia, sendo causada por um desequilíbrio muscular", conta.

Mas o retorno aos treinos e competições exige cuidado. O especialista conta que ele precisa ser gradativo, planejado e montado de acordo com o nível mais baixo de condicionamento do atleta. "Então, é preciso olhar de maneira individual. E o treino, tanto na parte nutricional, de força muscular e de condicionamento aeróbico, tem de ser olhado individualmente e de forma gradativa em todos os aspectos para evitar lesões", comenta.

É importante, ainda, que atletas, profissionais ou não, mantenham-se ativos, para que essa perda no condicionamento seja menor. "Quem tiver condição, durante essa pausa, mantenha um pouco de treinamento cardiovascular, ou na piscina do prédio, ou correndo em volta do quarteirão em momento que a cidade tiver mais vazia, com cuidado, de máscara e protegido, deve fazer pelo menos um mínimo, para manutenção dentro do que conseguir. O reforço da musculatura, mesmo dentro de casa (com exercícios funcionais) deve ser tentado. Principalmente do abdome, pélvis, glúteos e membros inferiores. Assim, evita-se que a pausa gere uma queda tão grande no condicionamento e diminui o risco de lesões no retorno", encerra.

Sport Life
Publicidade
Publicidade