PUBLICIDADE

Não desista da academia: 5 soluções para problemas que sempre aparecem

Sentiu dor, cansaço mental e não consegue mais alcançar os objetivos? Fique tranquilo, talvez seja fácil reverter a situação

26 jan 2022 16h39
| atualizado às 17h41
ver comentários
Publicidade
Não desista da academia
Não desista da academia
Foto: Shutterstock / Sport Life

Vamos lá, o ano começou faz pouco tempo, então, não desista da academia agora. Lembra de todas as promessas e metas que você traçou lá no início? É bem provável que ainda não tenha conquistado a grande maioria delas, principalmente no que diz respeito à vida fitness. Sabemos que o início dessa jornada, talvez, seja a parte mais dolorosa de todas. Mas, por mais difícil que esteja, persistir mais um pouco pode render bons resultados em breve.

Acontece que é natural encontrar alguns obstáculos complexos ao iniciarmos uma nova atividade em nossas vidas. E com a musculação não é diferente. Afinal, trata-se de um novo estímulo para o organismo, que costuma demorar um pouco para se adaptar totalmente. Para melhorar os indicadores de saúde, emagrecer e ganhar massa muscular é necessário tempo e paciência. Portanto, não desista da academia agora.

Para ser mais prático, o treinador e assessor esportivo, Leandro Twin, separou cinco problemas comuns que aparecem na vida fitness das pessoas e como superá-los. Veja como lidar com essas situações e, dessa maneira, não desista da academia:

1 - Sente dores constantes em determinados exercícios? Evite-os

"Algumas pessoas ignoram isso, fazem um aquecimento (que gera menos sensibilidade à dor) continuam fazendo exercícios que geram pequenos incômodos e, ao longo de semanas ou meses, gera-se uma lesão que irá te afastar por muito mais tempo. Portanto, não ignore pequenas dores", alerta o treinador.

2 - A dieta para emagrecer altera o seu humor e prejudica sua vida? Pegue mais leve

"Não faça déficit calórico em um momento muito difícil da sua vida. O cutting piora consideravelmente a estabilidade do nosso humor, seja para ansiedade, nervosismo ou depressão. Somado a isso, muitas pessoas fazem o jejum e utilizam estimulantes. E, em um momento difícil, vale muito mais pensar na sua estabilidade psicológica para sair desse estado o mais rápido possível", explica Twin.

3 - Alcançou um físico legal e não consegue evoluir mais? Diminua a cobrança

"Se você não é atleta, talvez, compense você pensar em ter o seu corpo nota 8 ou 9, ao invés de nota 10. Porque, para se ter um corpo nota 10 - em relação ao corpo nota 8 -, as vezes o esforço é dez vezes maior, ou seja, vai ser muito mais difícil. É mais sofrido para você conseguir 10% ou 20% a mais de volume muscular e definição. E, para quem não vive do esporte, talvez não compense o esforço" conta o treinador.

4 - Quer desistir por não aguentar a intensidade dos treinos? Não seja radical

"Sempre treine até a falha, porém, até a falha de cada dia de treino. Se hoje você dormiu mal ou não comeu bem e está com preguiça de ir para a academia, vá mesmo assim. Mas, chegando lá, coloque uma carga menor e sempre leve o exercício até a falha", recomenda o especialista.

5 - Ficou sem tempo para a academia? Seja flexível

"Treine mais dias e menos tempo. Ou o inverso. O que for mais confortável. As pessoas se esqueceram que a carga semanal é mais importante do que a carga diária de treino para indivíduos não atletas. Vários dos meus alunos treinam três vezes por semana, mas, então, os treinos ficam mais longos - cerca de 1h30. Já outros, que treinam seis vezes por semana, realizam cerca de 45 minutos", finaliza Twin.

Sport Life
Publicidade
Publicidade