2 eventos ao vivo

Metas de saúde e beleza que não podem ficar de fora da sua lista para 2019

Como fazer com que atividade física, bons hábitos alimentares e cuidados com a pele entrem de vez na sua vida?

10 jan 2019
14h53
atualizado às 15h20
  • separator
  • comentários

Segunda-feira está para a dieta assim como janeiro está para o início de uma série de objetivos de um ano. Você já parou para pensar se sua lista de metas para 2019 pode ser concretizada? Como está sua motivação para isso?

A obesidade já é uma realidade para 18,9% dos brasileiros. Já o sobrepeso atinge mais da metade da população (54%).

Os dados são da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção de Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) e foram divulgados em junho de 2018 pelo Ministério da Saúde.

Hábitos alimentares

Muitas vezes, a pessoa começa efetivamente empolgada com os planos que elaborou e, se sentindo culpada por comer demais durante o Natal e o ano novo, inicia um regime restritivo. "Depois de tantas festas e dias sem se exercitar, pode-se começar evitando alimentos ricos em açúcar, como massas brancas e doces. Priorize carnes magras e insira no seu cardápio saladas com azeite de baixa acidez, 0,2%", indica o nutrólogo Alisson Rodrigues, da Clínica Longevie.

O nutrólogo também orienta que se evite frituras, condimentos e industrializados.

As frutas precisam ser inseridas na dieta, pois contém fibras que ajudam a diminuir a absorção do açúcar pelo organismo.

Especialmente na época do verão, os bares ficam cheios e é difícil resistir à 'cervejinha' ou à caipirinha. Mas Alisson Rodrigues alerta: "Evite o álcool e beba mais água e sucos naturais. Já os amantes do refrigerante podem optar pela água com gás".

Atividade física

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), quase metade da população brasileira ainda é sedentária. O educador físico e especialista em cardiologia Marcelo Santos alerta para a associação do sedentarismo com mortes relacionadas à doenças cardíacas. Mas começar a se exercitar pode ser um desafio para muitas pessoas.

De acordo com o educador, o recomendado é que se pratique 150 minutos de atividade física na semana, o que equivale a 30 minutos, cinco dias da semana. "Quem busca mudanças, pode começar pela caminhada. Tente acumular 30 minutos de caminhada por dia. Se o problema for falta de tempo, a atividade física aos fins de semana também é benéfica para a saúde mental e cardiovascular", explica.

Além da caminhada, os exercícios para os músculos são importantes. "Outra dica é realizar trabalhos de fortalecimento muscular, que pode ser feito com modalidades como a musculação, pilates, ioga ou exercícios calistênicos (aqueles realizados com o peso do próprio corpo)". Marcelo Santos ressalta que o ganho de massa muscular ajuda a manter o metabolismo acelerado e previne a perda muscular inerente ao envelhecimento.

Cuidados com a pele

A prática de exercícios físicos e a boa alimentação são aliadas da saúde da pele. Para Renata Sitonio, dermatologista chefe da Clínica Sitonio, a combinação é essencial para manter uma pele mais bonita e jovem.

Ela explica que o excesso de açúcar contribui para a glicação - um processo que acelera o envelhecimento da pele -, dentre outros males. "Prefira alimentos ricos em nutrientes como colágeno, elastina, vitamina C, betacaroteno e ácido hialurônico", aconselha.

Já sobre a rotina de cuidados, a especialista recomenda que se faça um ritual diário de limpeza: tonificação e hidratação da pele, sempre ao acordar e antes de dormir. E não esquecer o filtro solar. "O protetor solar, além proteger contra os raios solares e prevenir o câncer de pele, ainda ajuda a combater o envelhecimento, conclui a dermatologista.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade