1 evento ao vivo

Desempenho na corrida é influenciado pela força mental

O resultado da sua corrida pode ser influenciado, para o bem ou para o mal, de acordo com a sua cabeça. Veja como se preparar melhor!

9 fev 2021
16h05
atualizado às 17h08
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Desempenho na corrida é influenciado pela força mental
Desempenho na corrida é influenciado pela força mental
Foto: Shutterstock / Sport Life

Você já levantou da cama alguma vez derrubadão, desanimado, depois de ter brigado com o namorado ou namorada ou com o chefe? Com a corrida não é diferente. Pesquisas recentes mostram que o desempenho é bastante influenciado pela cabeça. 

Para que a performance seja boa, nos treinos ou nas provas, a cuca precisa estar fresca. "A cabeça pode influenciar para o bem ou para o mal. É fundamental estar bem preparado física e emocionalmente, independentemente do volume e da intensidade da corrida. À medida que uma prova se aproxima, cresce a expectativa e a ansiedade. Lidar com isso e ainda ter de pensar nas metas, nos limites pessoais e em várias situações adversas que podem acontecer requer um processo de autoconhecimento, informações sobre a prova e equilíbrio. Quanto mais o atleta se apropria dessas possibilidades e as treina, melhores condições emocionais ele terá", explica Gabriela Gonçalves, psicologista.

Estudo realizado pelo psicólogo John Hall, da Universidade Staffordshire (Reino Unido), revelou que a cabeça representa 14% do desempenho na corrida em provas longas, como ultramaratonas. Corredores que têm altos níveis de confiança e controle sentem menos desconforto físico durante a competição, algo que pode "passar uma rasteira" em um atleta durantes provas de longa distância. E atletas com a confiança e a constância (uma mistura de concentração, determinação, aceitação da responsabilidade e atitudes estáveis) em alta estão mais propensos a manter pensamentos e sentimentos positivos do que aqueles que pouco confiam em si mesmos.

"É a cabeça que dá a motivação para que o atleta tenha pretextos para sair da inércia e treinar. Estar tranquilo e sem estresse ajuda muito, já que esse é o estado de espírito ideal para correr", diz Daniel Neves, treinador da DPN Run.

A cuca também é a responsável pela superação, por driblar os percalços da vida e do esporte. "Seja confiante, acredite no seu treinador, esteja em forma e fuja de pensamentos negativos como 'não vou conseguir' ou questionamentos como 'estou bem preparado?'", aconselha Neves. Certamente você chegará mais longe na corrida e na vida.

Veja também:

Mitos e Verdades Sobre o Dente de Leite
Sport Life
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade