5 eventos ao vivo

CVV e Facebook lançam inteligência artificial para ajudar na prevenção ao suicídio

Bot no messenger agiliza atendimentos e prioriza quem busca informações sobre o tema na rede social

22 out 2019
14h56
atualizado às 15h53
  • separator
  • 0
  • comentários

Os usuários do Facebook poderão contar a partir desta terça-feira, 22, com a ajuda da inteligência artificial para buscar informações sobre suicídio. O Centro de Valorização da Vida e a rede social lançam um bot no messenger para agilizar os atendimentos e priorizar quem busca informações sobre prevenção ao suicídio.

Facebook e Centro de Valorização da Vida lançam inteligência artificial para prevenir suicídio
Facebook e Centro de Valorização da Vida lançam inteligência artificial para prevenir suicídio
Foto: Facebook/@cvvoficial / Estadão

A gerente de Programas de Bem-Estar do Facebook na América Latina, Daniele Kleiner, afirma que a rede social monitora o tema há dez anos e consegue detectar termos como 'dor da alma', 'tristeza' ou 'quero me matar'. A empresa tem uma série de protocolos a seguir após o rastreamento mas, no nível mais grave de pretensão de suicídio, socorristas locais são acionados pela rede social.

"As plataformas estão em uma posição única, um lugar onde as pessoas podem vir e expressar seus sentimentos e, mais importante ainda, receber ajuda. Ao longo dos anos, o Facebook desenvolveu várias iniciativas, ferramentas de prevenção ao suicídio. Se eu publicar alguma postagem que meu amigo ou conhecido entender que é preocupante, ele pode reportar para o Facebook, que tem uma equipe de especialistas treinados e que identificam se existe uma situação de alto risco. Então, eles mandam recursos para a pessoa autora da postagem e para o amigo que fez a denúncia", explica Kleiner.

De acordo com o Facebook, em 2018, 3.500 pessoas em risco de suicídio foram atendidas por equipes locais de socorristas em todo o mundo.

Para quem está procurando ajuda urgente, o bot do messenger fornecerá informações e links para os canais de ajuda do CVV, que tem voluntários disponíveis para conversar, como o telefone sem custo de ligação para o número 188, o chat no site do próprio Centro de Valorização da Vida ou e-mail.

O bot também oferece canais para quem quiser ser voluntário do CVV ou quiser contribuir com doações.

Elaine Macedo, porta-voz do Centro de Valorização da Vida, lembra que o serviço começou com atendimento via telefone e cartas, passando pelo chat e e-mail, e agora recebe o reforço das redes sociais. "O CVV sempre buscou de forma contemporânea utilizar as novas tecnologias em equilíbrio com o atendimento humano que possibilite um encontro entre pessoas, para acolher de maneira eficiente aqueles que buscam por ajuda", afirma Macedo. O CVV tem três mil voluntários em todo o Brasil.

A ideia de fazer um bot para prevenção ao suicídio surgiu após testes feitos com grupos que participam dos Alcoólicos Anônimos, como esclarece Daniele Kleiner, do Facebook. "A ideia do bot surgiu de uma experiência brilhante com o projeto 'amigo anônimo', com os Alcoólicos Anônimos, em que pessoas anônimas compartilhavam experiências de dependência do consumo de álcool", ressalta.

Se você quiser mais informações sobre suicídio ou percebeu que algum amigo ou familiar precisa de ajuda, entre no perfil do CVV no Facebook e clique em enviar. Especialistas poderão te auxiliar com o assunto.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade