2 eventos ao vivo

Curta-metragem mostra a relação entre diabete e doenças cardíacas

Filme será exibido durante o mês de agosto em cinemas de São Paulo e do Rio de Janeiro

9 ago 2019
12h53
  • separator
  • 0
  • comentários

As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte entre diabéticos, mas poucos se atentam a essa relação de risco. Para alertar a população sobre o tema, o Movimento para Sobreviver lançou um curta-metragem de mesmo nome que será exibido durante este mês em salas de cinema de São Paulo e do Rio de Janeiro. Veja a lista de cinemas aqui.

A jornalista e blogueira Beatriz Libonati é a protagonista do filme. Diagnosticada com diabete tipo 2 aos 24 anos, ela achou que a doença significava sentença de morte. O pai dela também tinha a condição e morreu em decorrência de um acidente vascular cerebral.

O AVC e o enfarte são a principal causa de morte em dois a cada três diabéticos, segundo a Associação Americana de Diabetes e uma pesquisa da Universidade de Chester, na Inglaterra. Em um estudo realizado nos países bascos, os pesquisadores citam que cerca de 80% dos pacientes com diabete tipo 2 morrem em decorrência de complicações relacionadas ao coração.

"A diabete traz uma série de problemas metabólicos que acabam levando à degeneração dos vasos, das artérias coronárias, o que acaba levando ao entupimento desses vasos", explica o cardiologista José Francisco Kerr Saraiva, professor da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas. "Essa inflamação dos vasos, associada ao aumento da glicose e excesso de peso, leva ao estreitamento dos vasos", diz.

O objetivo do curta-metragem é informar a população e estimular a prevenção completa no tratamento da diabete. Para mais detalhes, acesse o site do Movimento para Sobreviver.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade