PUBLICIDADE

Como parar de fumar? 3 contribuições do esporte para quem quer largar o cigarro

Exercício físico é complemento fundamental contra o tabagismo, mas não resolve o problema sozinho

27 ago 2021 11h14
| atualizado em 29/8/2021 às 12h56
ver comentários
Publicidade
Como parar de fumar
Como parar de fumar
Foto: Sport Life

Como parar de fumar é uma grande dúvida para as pessoas que sofrem de tabagismo. No próximo domingo, dia 29 de agosto, será comemorado o Dia Nacional de Combate ao Fumo. Uma data simbólica que pretende orientar e alertar sobre os riscos de ser viciado em tabaco e nicotina.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o tabaco é responsável direto e indireto pela morte de aproximadamente oito milhões de pessoas por ano no mundo todo. O tabagismo, de acordo com o INCA (Instituto Nacional de Combate ao Câncer), é uma doença crônica e precisa ser tratada como tal. É o que explica a cardiologista Jaqueline Scholz "A recomendação é que a pessoa faça um tratamento, já que a nicotina é uma dependência e, muitas vezes, utilizar medicamentos que aliviam os sintomas de abstinência é a melhor estratégia".

A médica é coordenadora da Área de Cardiologia do Programa de Tratamento do Tabagismo do InCor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP), que possui mais de seis mil pacientes tratados contra o tabagismo. Para ela, um dos principais aliados do tratamento contra o cigarro é a prática de atividade física. E pode ser aquela que o paciente preferir, dança, corrida, musculação, bicicleta ou qualquer outra. O importante é se mexer.

Confira abaixo os três principais benefícios que a atividade física proporciona para quem quer descobrir como parar de fumar.

1 - Controle do peso

Um estudo publicado pela revista de ciência Journal of Health Economics, no ano de 2018, apontou que as pessoas que conseguem parar de fumar ganham, em média, 1,9 ponto no IMC (Índice de Massa Corporal).  O motivo, muitas vezes, é a substituição de hábito. A pessoa que antes estava acostumada a fumar, inconscientemente, acaba trocando o cigarro por comida.

A melhor maneira de evitar essa situação é substituir o hábito de fumar por alguma atividade física. Mesmo que o ex-fumante acabe aumentando o consumo calórico, os exercícios vão contribuir para brecar o ganho de gordura corporal.

2 - Regulação hormonal

Pessoas que descobriram como parar de fumar podem sofrer com alguns efeitos psicológicos da abstinência. Na maioria das vezes eles aparecem em forma de estresse e ansiedade. A pessoa eleva o seu nível de irritabilidade e acaba ficando inquieta. É provável que esses fatores sejam decorrentes de um desequilíbrio hormonal - gerado pela falta que o cigarro faz no organismo de ex-fumantes que largaram o vício recentemente.

"A atividade física é muito bem-vinda para evitar o ganho de peso e para que haja uma normalidade em termos hormonais. Sabemos que isso ajuda a regular os hormônios de estresse e ansiedade. O indivíduo passa a ter uma resposta melhor a situações de estresse. Então, ela [atividade física] é um complemento necessário e fundamental. É o que indicamos para a maior parte dos pacientes que são fumantes e procuram um processo de cessação", explica a Dra. Scholz.

3 - Combate ao sedentarismo

O cigarro compromete o sistema respiratório e pode dificultar a realização de simples tarefas diárias. O fumante, por sua, acaba por evitar pequenos esforços físicos para não sofrer com o cansaço ou ficar ofegante. É normal que a pessoa não queira subir e descer escadas ou que use o carro para percorrer distâncias pequenas, como ir à padaria do bairro, por exemplo.

Isso acaba tornando a vítima do tabagismo em uma pessoa sedentária. E é a prática de exercícios físicos que pode reverter esse quadro. "O paciente nem percebe que já está com comprometimento pulmonar, por simplesmente deixar de fazer tarefas do cotidiano com medo da limitação que a condição do tabagismo impôs ao longo dos anos. Então é a troca necessária: sai o cigarro, entra o exercício", recomenda Scholz.

Vale ressaltar que a prática de esportes não elimina a necessidade de procurar tratamento médio.

Sport Life
Publicidade
Publicidade