PUBLICIDADE

Amapá decreta isolamento completo em todo o Estado após aumento de óbitos

Medida passar a valer na próxima terça-feira, em todo o Estado, por dez dias

15 mai 2020 22h39
| atualizado em 16/5/2020 às 09h48
ver comentários
Publicidade

<divclass="embed-externo"></div>

O governador do Amapá, Waldez Góes (PDT), ao lado do prefeito de Macapá, Clécio Luis (Rede), anunciou lockdown (bloqueio total), em todo o Estado por dez dias.

O governador do Amapá, Waldez Góes (PDT), ao lado do prefeito de Macapá, Clécio Luis (Rede) durante anuncio do isolamento completo no Estado. 
O governador do Amapá, Waldez Góes (PDT), ao lado do prefeito de Macapá, Clécio Luis (Rede) durante anuncio do isolamento completo no Estado.
Foto: Reprodução Twitter / Estadão

A medida tem início na próxima terça-feira, 19. Na capital, Macapá, passará a ter também rodízio de veículos, como em São Paulo, com distinção entre placas pares e ímpares.

Segundo Góes, "todas as medidas serão preventivas e repressivas, inclusive com a aplicação de multas", explica.

Os serviços essenciais continuam funcionando, porém as pessoas que tentarem burlar a nova lei, se deslocando sem motivos relacionados a tais serviços, podem ser multadas.

O Estado já havia adotado medidas de restrição desde março. Atualmente o Amapá lidera a região norte em número de mortes pela doença. Na última atualização do Ministério da Saúde, na noite desta sexta-feira, 15, o número total de óbitos chegou a 103, com mais de 3.630 casos confirmados.

Estadão
Publicidade
Publicidade