0

Alopecia: 'mostrar minha careca nas redes é libertador', diz influenciadora

Quando começou a perder cabelo, ZaraLena pensou em parar de postar fotos de si mesma. Mas acabou persistindo e falando a seus seguidores sobre o tema.

22 set 2020
05h47
atualizado às 07h38
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
"No começo, eu pensei em abandonar as redes sociais", diz ZaraLena Jackson. "Não ia aguentar a pressão."
"No começo, eu pensei em abandonar as redes sociais", diz ZaraLena Jackson. "Não ia aguentar a pressão."
Foto: Zaralena Jackson / BBC News Brasil

"É como perder sua identidade. Você se olha no espelho e vê uma pessoa diferente."

Como estrela de reality show e designer de moda, a britânica ZaraLena Jackson, 24, está acostumada a compartilhar sua vida com milhares de seguidores nas redes sociais.

Quando seu cabelo começou a cair, cerca de seis semanas atrás, ela precisou tomar uma decisão: mostrar ou não os efeitos disso sobre sua aparência?

"No começo, eu pensei em abandonar as redes sociais", ela diz à Radio 1 Newsbeat, da BBC. "Não ia aguentar a pressão."

Mas ela resistiu à ideia e, em vez de ficar offline, começou a contar a seus seguidores a respeito dos tufos de cabelo que estavam caindo durante o banho — a ponto de, algumas semanas depois, ela estar com quase sem nenhum cabelo ou pelo no corpo.

"É estranho o quão libertador é compartilhar minha jornada", ela postou em agosto.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

So I'd be lying if I told you I'm dealing with this amazing on a daily. 🥴 Each day is different. Some days I crumble and have to push myself mentally to not allow the image in the mirror to affect how I feel about myself. Other days I look in the mirror and embrace that Ive lost the majority of my hair and think what wig should I put on today. I think the hardest part of alopecia is being told to relax, don't stress, it will come back and stressing won't help. It's a lot easier said than done as you don't actually know if or how it will be if it does come back, and not stressing when your identity has changed so much is impossible. But it's important to remember it's okay to have down days, it's okay to feel sorry for yourself sometimes as long as you then reflect on the positives and pick yourself back up. NO ONE is perfect, and imperfections are what makes us all unique whether that's visible or not. As much as I want to spread a positive message I don't want to disguise the difficulties of alopecia to make others question why they aren't coping as well as I seem. I've hit highs of positivity but also major lows of rock bottom that I'd never thought my strong mind could able me to reach. Almost like being on a rollercoaster that won't stop. That is life sometimes, so if you've got alopecia and you are reading this, be kind to yourself, you're doing amazing and every test happens for a reason wether short term or long term. A huge thank you to all my socialites for sharing the awareness of my posts, it doesn't go unnoticed 🙏🏽 my daily pep talk "you've got your sight, sound, limbs, health, family, friends, support network, and much more to be grateful for.. this is not going to beat me" ♥️👑 #alopeciaawarness #bekind

A post shared by 𝐙𝐚𝐫𝐚𝐋𝐞𝐧𝐚 𝐉𝐚𝐜𝐤𝐬𝐨𝐧 (@zaralenajackson) on

Não foi uma decisão fácil, uma vez que "minha plataforma é baseada em um estilo de vida no qual eu tenho tudo — visual bonito e as melhores extensões de cabelo", ela conta à BBC.

ZaraLena tem alopecia, uma inflamação que causa a queda de cabelo e que costuma ser desencadeada por estresse, trauma ou por outras doenças no corpo. Existem diversos tipos de alopecia e, em geral, o cabelo costuma crescer novamente.

O quadro não é contagioso e, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, situações parecidas à de ZaraLena — em que todos os pelos do corpo se vão — são uma minoria de 5% do total de casos.

Quando a influenciadora começou a falar sobre o assunto, diz que recebeu um retorno "incrível" de seus seguidores.

"Foi uma loucura a quantidade de mensagens que recebi de meninas dizendo que haviam perdido o cabelo por causa da alopecia ou da quimioterapia", conta.

ZaraLena não sabe ainda o que causou sua alopecia, e está realizando exames médicos para investigar a doença.

Suas sobrancelhas e cílios estão "começando a cair" também, embora alguns ainda permaneçam.

Com tudo isso, ela decidiu raspar completamente a cabeça, embora a aparência destoasse do visual tradicional de influenciadoras digitais.

"A vida não é perfeita, mas consigo aceitá-la", diz.

As circunstâncias a fazem pedir para que mais influenciadoras sejam mais honestas a respeito das dificuldades que enfrentam no dia a dia.

"Isto é real, isto é o que muitas garotas enfrentam", afirma. No entanto, "quando elas acessam o Instagram, acabam vendo pessoas com vidas perfeitas, cabelos perfeitos".

O que não significa que a alopecia não tenha tido um impacto em sua própria autoestima. A primeira preocupação foi se o seu namorado continuaria achando-a bonita.

"Não estava preocupada com ninguém a não ser ele. O cabelo é um traço tão feminino, e não sabia se ele continuaria a gostar de mim." Mas ele tem sido "incrível", diz.

"Ele me chama de 'meu pequeno kiwi', porque minha cabeça é macia."

Alguns dias, porém, são mais difíceis do que outros, e ZaraLena às vezes tem dificuldade para encontrar ânimo para se levantar da cama de manhã.

"Mas estou cercada das melhores pessoas e tentando manter uma atitude positiva. Não quero que as pessoas olhem para mim e sintam pena. Estou careca, e careca é lindo. A vida é curta demais para se preocupar com o meu cabelo."

Veja também:

Venezuela: os trabalhadores da saúde com salários de US$ 4 por mês e sem equipamentos de proteção
BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade