3 eventos ao vivo

Açúcar: mocinho ou vilão da alimentação?

7 jan 2019
09h29
  • separator
  • comentários

Provavelmente um dos alimentos mais controversos que existe, o açúcar tem defensores e inimigos, que travam debates acalorados sobre seus benefícios e malefícios. Nem uma coisa, nem outra: ele tem funções importantes na alimentação, mas pode se transformar em um grande problema quando consumido em excesso. 

O açúcar é a forma mais rápida de fornecer glicose ao corpo. É um componente essencial para o funcionamento do cérebro, retina e rins. Ainda auxilia na proliferação de bactérias que compõem a flora intestinal e contribuem para a eliminação de outras, nocivas. Sem contar que o açúcar é uma importante fonte de cálcio, fósforo, ferro, cloro, potássio, sódio, magnésio e vitaminas do complexo B.

Entretanto, não é por causa disso que doces, balas ou refrigerantes precisam fazer parte do cardápio diário. O consumo em excesso pode causar complicações para a saúde, como diabetes tipo 2 e hipertensão.

O açúcar é encontrado também em frutas e em fontes salgadas, como massas, pães e biscoitos. Opções de açúcar não faltam nas prateleiras dos mercados: cristal, refinado, mascavo, orgânico, frutose e light. A diferença está essencialmente na forma de refinamento. 

Refinado

É o mais conhecido.  Durante o processo de produção, alguns aditivos químicos, como enxofre, são adicionados para dar a coloração branca.

Mascavo

Açúcar em forma bruta, é extraído depois do cozimento do caldo de cana. De coloração mais escura e sabor encorpado, preserva o cálcio, o ferro e os sais minerais, por não enfrentar refinamento. 

Cristal

Apresentado na forma de cristais grandes e transparentes, é mais difíceis de ser dissolvido em água. Indicado, principalmente, para o uso culinário.

Orgânico

Não possui ingredientes artificiais em sua composição. Também não passa pelo processo de refinamento, o que lhe confere, assim como acontece com o mascavo, coloração mais escura. 

Light

Resulta da combinação do açúcar refinado com adoçantes artificiais. É menos calórico, mas também tem menor sabor.

Frutose

Retirado de frutas e do milho. É mais doce que os anteriores e, apesar de ser natural, tem menos vitaminas que os outros.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade