1 evento ao vivo

Americana descobre que está grávida 1h antes de dar à luz

Judy Brown, de 47 anos, foi ao hospital com fortes dores abdominais, acreditando que tinha pedra na vesícula

9 nov 2015
15h36
atualizado às 15h58
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Com 22 anos de casados e mesmo sem programar o bebê, Jody contou que ela e seu marido estão radiantes com a chegada da menina
Com 22 anos de casados e mesmo sem programar o bebê, Jody contou que ela e seu marido estão radiantes com a chegada da menina
Foto: ABC News / Reprodução

Judy Brown, de 47 anos, moradora do estado de Massachusetts descobriu que estava grávida uma hora antes de dar à luz, informou nesta segunda-feira (9) a imprensa local.

Siga Terra Estilo no Twitter

Mãe de primeira viagem, Judy foi ao Beverly Hospital na quarta-feira (4) passada com fortes dores abdominais, acreditando que tinha pedra na vesícula, sem imaginar que uma hora depois estaria nascendo sua filha, como quase quatro quilos. Ela contou que nos últimos meses, tinha notado "uma protuberância" na barriga, mas a atribuiu a um aumento de peso devido à idade.

"Estava muito assustada no caminho do hospital. Achava que era alguma coisa grave", disse Judy à rede ABC News.

Assim que chegou, os médicos constataram que ela estava entrando em trabalho de parto. "Descobrir que está grávida e a ponto de dar à luz foi muito arrasador", relatou.

A menina, que se chamará Carolyn Rose em homenagem às avós, está bem de saúde e deixará o hospital ainda hoje com seus pais, que tiveram que pedir emprestados o colchão e o berço, já que não prepararam o enxoval.

Com 22 anos de casados e mesmo sem programar o bebê, Jody contou que ela e seu marido estão radiantes com a chegada da menina.

De acordo com a ginecologista Kimberly Gecsi, casos como esse não são frequentes, mas podem acontecer. Para ela, mesmo depois dos 45 anos, as mulheres devem continuar com métodos anticoncepcionais até segunda ordem.

 

Veja também:

Venezuela: os trabalhadores da saúde com salários de US$ 4 por mês e sem equipamentos de proteção
EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade