3 eventos ao vivo

Saiba identificar se seu pet tem problemas cardíacos

Saiba de que forma as inovações da medicina veterinária estão ajudando a tratar uma série de cardiopatias que afetam cães e gatos de estimação

23 jul 2014
15h23
atualizado às 15h23
  • separator
  • 0
  • comentários

Os avanços tecnológicos das últimas décadas vêm presenteando os profissionais da medicina veterinária, com possibilidades cada vez maiores de diagnosticar e tratar doenças das mais diversas. No ramo da cardiologia, o cenário não é diferente. Cada vez mais especialistas contam com ferramentas e equipamentos que facilitam muito a identificação e cardiopatias, dando aos animais uma chance maior de tratamento e até cura.

Foto: Getty Images

Siga Terra Estilo no Twitter

Levando em conta que exames considerados comuns na medicina humana (como ecocardiograma, eletrocardiograma, ecodopplercardiograma e monitoração por Holter) já fazem parte do mundo veterinário nos dias de hoje, fica fácil entender os motivos dos avanços na medicina diagnóstica para animais, e isso sem contar os avanços na capacitação dos profissionais da cardiologia veterinária, que também dão bases cada vez maiores para que pets possam ter doenças identificadas de forma precoce e, em função disso, tratamentos com chances cada vez maiores de bons resultados.

Embora a idade seja um dos principais fatores que influenciam o aparecimento de doenças no coração (cardiopatias) de animais, é preciso lembrar que também há raças com uma predisposição maior que outras a sofrer com esse tipo de problema ao longo da vida, e nesse grupo podemos citar nomes como poodle, boxer, rottweiler, cocker, bulldogue e dobermann.

Dificuldade de respiração, apatia, sonolência frequente, perda de peso sem motivos, aumento do volume do abdômen, gengivas com coloração pálida, tosses constantes e língua com coloração arroxeada são apenas alguns dos sinais de que alguma cardiopatia pode estar se desenvolvendo no corpo de um animal e, portanto, ao notar esse tipo de sintoma no seu bichinho de estimação, não hesite em levá-lo para uma consulta com um profissional.

Além de serem extremamente agressivas – e, em muitos casos, levarem o animal a óbito – as cardiopatias em pets podem ser muito variadas e se manifestar de formas das mais diversas. As doenças do coração mais comuns em cães e gatos são infarto do miocárdio, dirofilariose, tromboembolismo, estenose pulmonar, estenose aórtica, hipertensão arterial sistêmica, cardiomiopatia dilatada e doença degenerativa valvar mitral.

Acesse o link e saiba onde encontrar cardiologistas veterinários e mais uma série de especialistas do mundo animal.

Matéria validada pelo Dr. Ricardo Tubaldini (CRMV – SP 23.348), Médico Veterinário formado pela Universidade Paulista e Cirurgião Geral e Ortopedista em Hospital Veterinário de São Paulo. Dr. Tubaldini é Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato. 

Curso de patologia veterinária de cães e gatos Curso de patologia veterinária de cães e gatos
Aprenda um pouco mais sobre a saúde de cães e gatos e saiba como cuidar melhor do seu amiguinho. Curso certificado pelo MEC, matricule-se já

Cachorro Gato
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade