4 eventos ao vivo

Quer um cachorro? Veja 16 motivos para adotar um cão de rua

Nenhum "puro sangue" chega aos pés de um bom vira-lata

5 set 2014
20h01
atualizado em 12/9/2014 às 11h54
  • separator
  • 0
  • comentários

Não existe nada melhor do que ter um bom cachorro como companheiro. A fidelidade única, as brincadeiras e o carinho, sempre cheio de lambidas, compensam o trabalho que dá para manter o bichinho comportado e saudável.

Siga Terra Estilo no Twitter

Opções para adotar um não faltam. São inúmeras raças, uma mais bonita do que a outra, que sempre conquistam o olhar do futuro dono logo no primeiro encontro. Mas nessa linda história, existe um problema. 

São muitos também os cães abandonados nas ruas, cada dia mais, e pouca gente com disposição para adotá-los. Para tentar te convencer de que nenhum "puro sangue" chega aos pés de um bom vira-lata, separamos 16 razões para você correr e pegar aquele cachorro abandonado na esquina, antes que alguém faça isso primeiro. 

O temperamento do vira-lata é um mistério

Ao contrário do cachorro de raça, que dá para saber antes de adotar mais ou menos como é seu temperamento, se é dócil, genioso, o vira-lata é uma surpresa. Você pode ir desde um louco de meia altura com dentes afiados e latido arretado, até um narigudo baixinho e magrinho que faz até “xixi na roupa” de tanta felicidade quando te vê. É pura aventura.

Vira-lata não abre para ninguém

Pode ser um gatinho manhoso ou um Pit Bull mal-humorado, não importa. Uma coisa certa: o vira-lata não vai arregar. Ainda mais se a briga for para defender o seu dono.

Cachorros tirados da rua nunca te abandonam

O cachorro de rua sabe o que é ser pobre, sentir fome, dormir na chuva, acordar todo sujo sem um tostão no bolso. Isso faz com que ele valorize muito mais o conforto de um lar do que um cão de raça comprado de um canil. E, acredite, ele será eternamente grato a você por tê-lo tirado da rua.

Vira-lata conhece a rua como poucos

De vez em quando, vira-latas costumam ter vontade de sair correndo por aí, especialmente no período fértil. Saem pelo bairro cheirando portões (e outros cachorros), comem lixo, rolam na grama, na areia, fazem xixi em cada árvore, muro, esquina, pneu de carro que aparece em sua frente. Mas, mesmo que passem o dia todo fora, eles conhecem as ruas como ninguém, e sempre descobrem o caminho de volta para casa.

Vira-lata
Vira-lata
Foto: Getty Images

foto: Getty Images

Você está salvando a vida dele

Ao tirar um cachorro da rua, você está aumentando muito as chances dele viver mais. Um cachorro na rua corre riscos diários, não toma vacina e se alimenta mal. Ou seja, seu tempo de vida é extremamente curto.

Facilidade de adaptação

Como já dito antes, um cão de rua sabe o que viver na miséria, então seu padrão de exigência é quase inexistente. O que ele quer é preencher suas necessidades básicas e receber carinho. Não liga para luxo.

Chance de já vir adestrado é grande

Um vira-lata viveu na rua, mas não necessariamente nasceu lá. Na maioria das vezes, foi abandonado por um outro dono que, em muitos casos, o educou ou acostumou de alguma maneira. Ou seja, a chance dele fazer xixi na sua cama é consideravelmente menor.

Vira-latas são mais resistentes

Por já terem sido testados pela vida e passado por uma seleção natural, só os cães mais resistentes sobrevivem. Ou seja, a probabilidade de seu cãozinho adoecer é menor do que um cachorro de raça que não tenha tido sua resistência colocada em xeque.

São muitas raças em uma só

Vira-latas existem para todos os gostos. Tem aqueles que parecem um labrador, outros que lembram um pastor alemão e até os que fazem mais o tipo “cachorro de madame”. Cachorros de rua são de outro mundo e existem para agradar. Até na aparência.

Cachorro vira-lata
Cachorro vira-lata
Foto: Getty Images

foto: Getty Images

Vira-latas combinam com nomes mais fáceis de inventar

Laika, Bob, Rex, Totó, Lili... encontrar um nome que combine com um vira-lata é rápido e simples, não precisa ficar inventando muita frescura, não. Tudo combina com o nariz comprido do bichinho.

Vira-lata
Vira-lata
Foto: Getty Images

foto: Getty Images

Vira-lata mata a cobra e mostra o pau

Já disse, cão de rua não arrega para ninguém. Com um vira-lata no quintal, não precisa nem se preocupar com rato, barata, gatos e coisa do tipo. O bichinho bota todo mundo para correr e, se não correr, ele mata e ainda mostra o corpo para o dono como prova do feito.

Segurança de primeira

O bichinho está acostumado a defender a vida contra tudo e todos. Ou seja, não existe guarda melhor. Vira-latas são exemplos de como se cuidar de uma casa, e se uma pessoa se aproxima, seja criança ou adulto, o bicho já sai fazendo escândalo e mostrando os dentes.

Mas se você ainda não se convenceu, aqui vão alguns fatores definitivos para fazer a sua cabeça: 

Eles estão sempre sorrindo

Cachorros de rua
Cachorros de rua
Foto: Instagram / Reprodução

foto: Instagram / Reprodução

A loucura deles te fará ser menos sedentário

Adoram comidas populares, tipo, pão, mortadela...

E claro, fazem essa cara de "pidão" que ninguém aguenta

Cachorro vira-lata
Cachorro vira-lata
Foto: Getty Images

foto: Getty Images

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade