1 evento ao vivo

Mais de 70% dos homens mentem para aumentar as conquistas

Pesquisa inglesa revela ainda que metade dos homens dizem ter habilidade que não têm; entre as mulheres, 37% disseram já ter mentido sobre talentos

17 jul 2014
10h24
atualizado às 10h25
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Pesquisa revela: homens tendem a aumentar mais suas glórias do que as mulheres. Um estudo encomendado por uma empresa europeia de trens concluiu que mais de 70% dos homens confessaram mentir para aumentar suas conquistas e 50% deles admitiram dizer que têm habilidades qua na verdade não têm. Já entre as mulheres, apenas 37% disseram já ter mentido sobre seus talentos. Os dados são do jornal inglês Daily Mail.

<p>Pesquisa: 42% dos homens mentem sobre as habilidades para parecerem bons para os outros</p>
Pesquisa: 42% dos homens mentem sobre as habilidades para parecerem bons para os outros
Foto: Getty Images

Siga Terra Estilo no Twitter

Entre os entrevistados, quase a metade faz isso para aumentar a confiança, 10% afirmou que faz isso para ter o respeito das outras pessoas e 42% mentem sobre as habilidades para parecerem bons para os outros.

O psicólogo Dr. Cary Cooper, da Universidade britânica de Lancaster, explica que essa diferença entre homens e mulhres se deve principalmente a um padrão de comportamento masculino e feminino fixado ao longo do tempo. "No passado, os homens eram os principais chefes de família e se vangloriavam disso no ambiente de trabalho, também majoritariamente masculino. Fora do trabalho, ele fazia e ainda faz isso para impressionar o sexo oposto", afirma.

O estudo descobriu ainda que as pessoas tendem a mentir mais sobre as habilidade quando são jovens: quase metade dos entrevistados entre 18 e 24 anos exageram nos elogios a si mesmos, enquanto esse número cai para 25% entre os homens com mais de 55 anos.

Além de exagerarem no lado positivo, os homens ainda têm mais dificuldade em admitir seus pontos negativos mas, por incrível que pareça, consideram reconhecer as falhas uma ótima qualidade nas outras pessoas. Quando alguém faz isso próximo a eles: 67% dizem apreciar esta honestidade, 41% respeitam mais a pessoa e 15% gostam mais dela.

Apesar disso, a pesquisa comprova um senso comum entre os ingleses: que eles se autodepreciam demais. Segundo os entrevistados, eles disseram ser ruins em oito coisas e bons apenas em cinco. Entre estas qualidades, 40% elegeram guardar dinheiro como uma delas e 22% em traçar boas rotas de viagem. 

Veja também:

De andador, veterano de guerra de 99 anos arrecada milhões para saúde pública britânica
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade