1 evento ao vivo

Eles falam particularidades femininas que eles não vivem sem

  • separator
  • 0
  • comentários

Cada mulher é única, com diferentes qualidades e defeitos. Mesmo assim, muitas vezes apresentamos algumas características semelhantes. A capacidade de ser multitarefas, fazendo e pensando em diversas coisas ao mesmo tempo, e de conseguir enxergar detalhes, são algumas habilidades consideradas tipicamente femininas. Mas nossa contribuição para a vida dos nossos companheiros, amigos, colegas de trabalho e familiares vai muito, além disso. Para saber as particularidades femininas que eles não conseguem viver sem o Terra consultou 25 homens de idades e profissões variadas. Confira as respostas:

Os homens não conseguem viver sem algumas atitudes e características tipicamente femininas
Os homens não conseguem viver sem algumas atitudes e características tipicamente femininas
Foto: Getty Images

“As características que acredito serem bem importantes nas mulheres são: Multitarefas, especialmente àquelas que não conseguimos fazer ao mesmo tempo como cuidar do nosso bem estar, da casa, dos filhos e ainda arrumar tempo para trabalhar; e a capacidade de lembrar de tudo que esquecemos, de saber onde está tudo” - Fabio Moura, 32 anos, representante comercial.

"Realmente é impressionante como a mulher se lembra das datas. Adoro quando sai do banho, mas o que mais me impressiona é o cuidado com que se preocupa com nosso bem estar e de como consegue lidar com as adversidades do dia a dia, como o otimismo de dizer que tudo ficará bem no dia seguinte" - Job Vieira Filho, 58 anos, vendedor.

“O cheiro de cabelo lavado” - João Paulo Costa, 27 anos, publicitário.

“Como ficam encantadoras sorrindo” - Tito Conte, 23, estudante.

"O charme, a delicadeza e a inteligência feminina" - Robson Leandro da Silva, 38 anos, professor.

“A capacidade de saber o que dizer e fazer para manter a família unida e de como me colocar para cima e dar apoio para decisões. Elas também sempre sabem o que comprar. Sem minha mulher e filhas eu não teria nada no armário” - José Gonçalves, 51 anos, empresário.

"Não consigo viver sem as seguintes particularidades femininas: dos carinhos, conversas, da simples companhia; e da completa falta de noção de direção que me causa muitas risadas..." - Renato Volpe, 26 anos, engenheiro civil.

"A força moral para aguentar situações difíceis sem deixar a bola cair" - Ricardo Fernandes, 24 anos, jornalista.

“O drama feminino” – William Rezende, 29 anos, editor.

“O cheiro da mulher em si; o carinho físico típico feminino, delicado; e o pensamento feminino, que é diferente do dos homens, então é bom ter esse ponto de vista próximo” - Kyu Ho Shim, 27 anos, empresário.

“Iniciativa de demonstrar carinho, surpreendendo com um beijo ou abraço” – Guilherme Dearo, 23 anos, jornalista.

“A forma carinhosa de chamar atenção e fazer pedidos, a capacidade de reconhecer erros e apoiar no momento de vencer conflitos. Toda mulher é forte porque tem que ter paciência com a capacidade fraca de compreensão masculina, mas é importante ela tentar explicar se os sinais não derem certo, homens são burros, se for necessário, desenhe” - Lucas Duarte de Souza, 22, aventureiro.

“Bom humor, o carinho e a inteligência”- Renato Mobaid, 28 anos, publicitário.

"A sensibilidade, a arte de ser sempre bela e a dedição com a família...e mais algumas dezenas de atributos..." - Wagner Bento Torres, 40 anos, analista de contas.

“A capacidade de rir, das coisas do mundo e de mim; o romantismo e a disposição de ajudar os outros” – Caio Paganotti, 26 anos, fotógrafo.

“A vaidade e o esforço para fazer a coisa dar certo”- Marcelo Garcia, 23 anos, estagiário de produção de eventos.

 “O companheirismo, a delicadeza e o perfume”- Pedro Taveira, 25 anos, jornalista.

“Detalhismo, organização e limpeza” - Hamilton Rodrigues, 26, relações públicas.

“O jeito que as mulheres cuidam do seu corpo; e a maneira que elas cuidam do seu parceiro” - Leandro Hartmann, 27 anos, analista.

“A sensualidade” - João Gabriel Peixoto, 26 anos, fisioterapeuta.

“O ser feminina” - Elton Trindade, 23 anos, geólogo.

“A capacidade de ficar cheirosa e arrumada nas ocasiões corretas e sempre manter o sorriso” - Anderson de Sousa, 33 anos, analista de sistemas.

“O cheiro feminino e a capacidade de fazer e pensar diversas coisas simultaneamente” - Pedro Filho, 25 anos, professor.

“A capacidade de reparar em todos os detalhes e a delicadeza no trato com as pessoas” - Guilherme Yazaki, 24 anos, publicitário.

“A cumplicidade feminina, a capacidade de acalmar, animar, compreender, surpreender e cuidar em geral, entre muitas outras coisas” - Felipe Azevedo, 28 anos, médico.

 

 

Veja também:

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade