3 eventos ao vivo

Alimentos 'de humanos' podem ser tóxicos para cachorros

Chocolate, uva, álcool e cafeína estão entre alimentos 'tóxicos' que comumente são dados aos cães

24 jul 2014
07h30
  • separator
  • comentários

Os apaixonados por cachorros podem estar colocando seus pets em risco alimentando-os com guloseimas, alertam especialistas. As informações são do site do jornal britânico Daily Mail.

<p>Sistema digestivo dos cães não é preparado para os mesmos alimentos que os humanos consomem</p>
Sistema digestivo dos cães não é preparado para os mesmos alimentos que os humanos consomem
Foto: Getty Images

Siga Terra Estilo no Twitter

O sistema digestivo dos cães não é preparado para os mesmos alimentos que os humanos consomem. No entanto, milhares de pessoas continuam alimentando seus animais com o que têm à mesa.

Kristina Johansen, nutricionista canina, afirma que os donos devem parar de “matar seus pets a partir de uma bondade equivocada”. “Suas boas intenções estão colocando a saúde deles em risco”, completa.

A sua consultoria nutricional para cães, a Elmo’s Kitchen, compilou uma lista com os dez alimentos mais perigosos e comumente dados para cães. 

A lista inclui chocolate, adoçante artificial, uvas frescas e passas, cafeína, macadâmia, álcool, sementes de frutas, sobras de comida, ossos cozidos e cebolas.

A maioria das frutas e vegetais faz bem para os cães, mas a uva, o alho-poró e a cebola devem ser evitados.

Tanto a cebola quanto o alho-poró contêm uma química que pode prejudicar as células do sangue do cachorro, causando anemia, fraqueza e dificuldades respiratórias. A uva, tanto a fresca quanto as passas, podem danificar o os rins e ser fatal.

O metabolismo dos cães também não é adaptado para o álcool ou para a cafeína, que pode trazer problemas irreparáveis a órgãos vitais.

O chocolate, por sua vez, é um dos alimentos tóxicos mais conhecidos pelos cachorros. Ele contém teobromina, que não pode ser quebrada pelo sistema digestivo e, com isso, esta química se acumula podenso ser tóxica e até fatal.

Entretanto, outros alimentos “humanos”, como ovos mexidos, cenoura e pipoca, são perfeitamente seguros para os cães.

Kristina acrescenta que é fácil dar ao cachorro os restos, mas é importante lembrar que embora eles sejam parte da família, têm um sistema digestivo completamente diferente dos humanos. “Alguns alimentos poderíamos classificar como tóxicos”, pontua.

A Elmo’s Kitchen trabalha atualmente no desenvolvimento de um aplicativo que ajudará os donos a identificarem quais alimentos podem ser dados com segurança para os seus pets. 

&amp;amp;amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;amp;amp;quot;http://mulher.terra.com.br/comportamento/raca-de-caes/&amp;amp;amp;amp;quot; href=&amp;amp;amp;amp;quot;http://mulher.terra.com.br/comportamento/raca-de-caes/&amp;amp;amp;amp;quot;&amp;amp;amp;amp;amp;gt;veja o infogr&amp;amp;amp;amp;aacute;fico&amp;amp;amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;amp;amp;gt;
Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade