PUBLICIDADE

Thierry Mugler, 73: morre um dos "énfants terribles" da moda

24 jan 2022 11h47
ver comentários
Publicidade

Ele nunca se curvou ao establishment fashion. Pelo contrário, rompeu tradições e foi um dos nomes que deram a cara da moda dos anos 1980, com seus looks de látex, um dos primeiros a usar a matéria-prima, suas construções geométricas, suas ombreiras pontudas. Thierry Mugler, que faleceu neste domingo (23) provou que o corpo é um instrumento e tanto para a criação de looks poderosos.

Thierry Mugler com Cardi B e Irina Shayk
Thierry Mugler com Cardi B e Irina Shayk
Foto: Reproduçãoq/Instagram/@manfredthierrymugler / Elas no Tapete Vermelho

E não importava que corpo. Num dos mais emblemáticos desfile da carreira, o estilista francês comemorou 20 anos da grife em 1997. Na apresentação apoteótica, Thierry levou para a passarela/palco nomes como Naomi Campbell, Linda Evangelista, a nossa Beth Lago, Claudia Schiffer e todas as supermodelos da época, além de celebridades e tops mais antigas, como Veruscka, Patricia Hearst, entre outras, incluindo transexuais. Teve até show de James Brown.

Com dezenas de looks exibidos, o desfile mais uma vez transgredia as regras, tanto por misturar na passarela modelos mais jovens e mais velhas, algumas até fora dos padrões de peso de então. Teve também bumbum de fora, num look superjusto. Foi e o precursor a usar látex fetichista em suas criações. Em moldar o corpo das mulheres de forma sensual, com apelo sexual. Tudo o que a moda tem experimentado agora.

Vestido usado por Cardi B no Grammy (Fotos: Reprodução/Instagram/manfredthierrymugler)
Vestido usado por Cardi B no Grammy (Fotos: Reprodução/Instagram/manfredthierrymugler)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

No Grammy de 2019, Cardi B, que foi a primeira rapper mulher a ser premiada na categoria Melhor Álbum de Rap, usou três produções vintages do estilista mostrados no desfile e escolhidos a dedo pelo stylist Kollin Carter.

Entre eles, o vestido usado na época pela modelo Simonetta Gianfelici, que fez uma verdadeira performance para exibi-lo no desfile. A peça faz uma releitura do quadro "O Nascimento de Vênus", de Sandro Botticelli, pintado entre 1483 e 1485.

No quadro, Vênus nua surge de uma concha sobre espumas do mar. Por isso, as pérolas, o nude e a representação da concha. Na legenda do instagram da foto de Cardi B, o estilista escreve "What a Superb Stormy Venus !!", algo como "Que Vênus Super Tempestuosa".

Proposta Indecente

Demi Moore com o vestido preto em “Proposta Indecente”
Demi Moore com o vestido preto em “Proposta Indecente”
Foto: Reprodução / Elas no Tapete Vermelho

Desenhou também o famoso vestido preto nada básico usado por Demi Moore em "Proposta Indecente", de 1993, considerado um dos vestidos mais famosos da década. O modelo, ainda extremamente atual, foi considerado pela revista "Time", como um dos "11 mais icônicos vestidos pretos através do tempo".

Sim, Mugler foi um dos mais influentes designers dos anos 1980 e 1990, mas suas peças vintage continuam a ser usadas por famosas, mesmo tendo deixado a empresa em 2000, para tocar projetos pessoais, incluindo moldar seu corpo como fisiculturista. Lady Gaga usou um de seus looks tipo robô no clipe "Paparazzi", em 2009, por exemplo.

O estilista foi o criador do figurino da turnê "I Am", de Beyoncé, em 2008. Em 2019, vestiu Kim Kardashian para o Met Gala, com um vestido "molhado" e em outubro de 2021, voltou a vestir a influenciadora para a festa de Halloween, numa mistura de cowgirl com robô".

O anúncio da morte na redes sociais do estilista, que após deixar sua grife, quis ser chamado pelo seu primeiro nome Manfred, pegou de surpresa a todos. A causa não foi divulgada. "Estamos imensamente triste de anunciar a morte do senhor Manfred Thierry Mugler neste domingo 23. Que sua alma repouse em paz".

Perfume e exposição

Mugler criou um dos mais famosos perfumes do mundo, o Angel, com frasco em formato de estrela. Junto com o Alien, outro perfume, chegou a vender mais de 280 milhões de frascos, segundo o New York Times. Suas criações podem ser vista no Musée des Arts Décoratifs de Paris, um resumo de suas obras na exposição: Thierry Mugler: Couturissime, que fica aberta até 24 de abril.

Mugler com Cardi B e Irina Shayk na abertura da exposição em Paris, no ano passado.

Elas no Tapete Vermelho
Publicidade
Publicidade