PUBLICIDADE

Barriguinha, magreza e tapa-sexo: veja polêmicas do SPFW

Dentre as 36 edições, preconceito, racismo, nudez e tombos também já foram assunto

25 out 2013 09h10
| atualizado às 18h51
ver comentários
Publicidade

O mundo da moda se prepara para receber a 36ª edição do São Paulo Fashion Week entre os dias 28 de outubro e 01 de novembro. As criações que devem ser tendência para o inverno 2014 serão apresentadas em estrutura construída no Parque Villa-Lobos, em São Paulo.

Com tantos anos de história, não só de modelos famosas, celebridades e grandes criações dos estilistas foi feita a principal semana de moda da América Latina. Algumas polêmicas, escorregões, tombos e brigas também viram notícia durante o evento.

Na última edição, Ronaldo Fraga foi o centro das atenções neste quesito. Ao levar para a passarela modelos com cabelos feitos de palha de aço causou revolta entre os defensores dos direitos dos negros. Um grupo de modelos inclusive organizou um protesto na Avenida Paulista contra a ação.

Segundo o estilista, o detalhe fazia parte do contexto do desfile que era inspirado no futebol de várzea das décadas de 30, 40 e 50 e o papel do negro neste cenário. “Fazer analogia do bombril com o cabelo negro é nos remeter a uma situação racista e constrangedora”, dizia um texto publicado no site Afrokut.

Em outras edições, modelos magras demais foram criticadas até pela imprensa internacional. Enquanto, a angel Karolina Kurkova também virou comentário ao aparecer com gordurinhas a mais durante desfile de biquíni para a Cia. Marítima. Siga com a galeria e confira alguns deslizes e polêmicas que aconteceram no SPFW.

 

<a data-cke-saved-href="http://moda.terra.com.br/infograficos/retrospectiva-gisele-bundchen/" href="http://moda.terra.com.br/infograficos/retrospectiva-gisele-bundchen/">Reprospectiva da Gisele Bündchen</a>
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade