0

Roupas com proteção UV bloqueiam a incidência do sol na pele

4 fev 2014
07h13
atualizado em 26/2/2014 às 11h37
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Com as temperaturas de verão chegando a níveis extremos em várias capitais do Brasil, os cuidados na hora de se expor ao sol devem ser redobrados para que queimaduras, manchas e até problemas de saúde não estraguem a estação mais badalada do ano.

Em alta no mercado de moda, especialmente nesta época do ano, as roupas que prometem proteção eficaz contra a radiação são uma boa pedida para curtir os dias mais quentes sem correr riscos.

Fabricadas com elementos fotoprotetores, as peças costumam ser feitas com dois tipos de tecidos que promovem a blindagem contra os raios UV. “O primeiro deles possui a proteção em sua própria estrutura, pois é feito com fios especiais à base de dióxido de titânio. Já o segundo, recebe um aditivo que atua para absorver os raios solares”, explica Daniela Rodrigues, gerente de criação das roupas com proteção UV da marca Fila.

Com função similar a dos filtros solares, o vestuário à prova de sol chega a ter Fator de Proteção Ultravioleta (FPU) 50, protegendo pra valer a cútis de seus usuários. Ideais para crianças de até seis meses, idosos, pessoas que fazem exercícios ao ar livre regularmente ou têm doenças de pele desencadeadas pelos raios solares, assim como para trabalhadores que exercem atividades externas, as roupas já ocupam um espaço importante na indústria têxtil.

Diversas empresas vêm investindo em confecções desse tipo, que custam em torno de R$ 40 a R$ 200, para atender de forma qualificada a demanda que vêm crescendo cada vez mais nos últimos anos devido à onda de calor.

Cuidados adicionais
Apesar dos benefícios oferecidos, os tecidos com proteção UV não conseguem criar, sozinhos, uma barreira total contra a radiação. Por isso, o uso de filtro solar, chapéu e óculos escuros é fundamental, não podendo ser deixado de lado durante o verão.    

Veja também:

Período de turbulências e decisões nos relacionamentos
Fonte: Agência Hélice
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade