PUBLICIDADE

Moda x trabalho: cérebro interpreta imagem pessoal em segundos

13 mai 2021 11h02
ver comentários
Publicidade

A forma de se vestir está diretamente relacionada à imagem pessoal. E isso é ainda mais importante quando o assunto é dress code profissional, que inclui, além da roupa, a atitude corporal e forma de se expressar. Para falar como o cérebro do interlocutor reage à sua imagem pessoal, a cientista e consultora comportamental Cati de Castro gravou um vídeo exclusivo ao "Elas no Tapete Vermelho".

Cati de Castro
Cati de Castro
Foto: Divulgação / Elas no Tapete Vermelho

Cati, criadora do método Melhor de Si, explica em poucos minutos como cérebro é preparado para a defesa. "Muita gente não tem ideia de quanto a imagem é importante. O cérebro tem um sistema maravilhoso e uma de suas funções maiores é a de defesa", diz.

Segundo ela, ele ativa esse mecanismo com o que capta ao nosso redor, especialmente com a imagem, com o que vê. "O cérebro presta atenção em apenas 7% do que estamos falando. Toda a outra parte é imagem e linguagem corporal. Ele vai buscar sempre conforto. E, de uma maneira muito veloz, decide se confia em você ou não", adverte a especialista, que trabalhou no âmbito militar e civil em entidades, como a ONU, entre outras.

Veja vídeo aqui

Cati lembra que, em apenas 2,5 segundos, o cérebro decide se sua imagem passa credibilidade ou confiança. "Isso pode aproximar ou afastar seu interlocutor, caso acredite que você representa perigo", afirma. E acrescenta: "Não importa quantas formações técnicas você tenha, o quanto está preparado. O cérebro vai julgar a imagem." Daí a importância de criar um dress code tático específico à sua profissão.

Imagem pessoal x trabalho
Imagem pessoal x trabalho
Foto: Reprodução/Canva / Elas no Tapete Vermelho

Entre as dicas que a especialista dá, está o cuidado na escolha de acessórios, que não podem ser muito chamativos, o de cor que vai usar na hora de falar em público, ir a uma reunião ou a uma entrevista de emprego. E isso vale até mesmo para videochamadas, tão comum atualmente em tempos de pandemia.

Elas no Tapete Vermelho
Publicidade
Publicidade